Os 20 maiores devedores do Pará inscritos na Dívida Ativa da União; veja a lista

A Cosanpa (Companhia de Saneamento do Pará) lidera a lista dos 20 maiores devedores inscritos na Dívida Ativa da União, segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) obtidos pelo Blog do Jeso através da LAI (Lei de Acesso à Informação).

A estatal deve R$ 558,4 milhões, total integralmente em situação irregular, ou seja, não está sendo paga. Esses números são relativos ao ano de 2019.

 

Quando o contribuinte está pagando ou renegociando a dívida, ou quando ela está suspensa por decisão judicial ou então é coberta por benefício fiscal ou garantia, o débito é considerado “regular”. A dívida “irregular”, por sua vez, é a que não está sendo paga e tampouco se enquadra nas demais situações.

Logo atrás da Cosanpa aparece o município de Barcarena, com dívida de R$ 547,7 milhões, dos quais R$ 104,4 milhões em R$ 443,3 milhões suspensas por decisão judicia.

Viação Perpétuo Socorro

Em terceiro lugar está o município de Tucuruí, que deve cerca de R$ 227 milhões, valor todo em situação irregular.

Depois, estão a Cooperativa Agrícola e Agroindustrial do Estado do Pará e a Viação Perpétuo Socorro Ltda., com dívidas de R$ 136,8 milhões e R$ 115,6 milhões, respectivamente, ambas em situação irregular.

 

No total, os 20 maiores devedores da União no Pará devem R$ 3 bilhões, incluindo todos os tipos de dívida (previdenciária, trabalhista, tributária, criminal, eleitoral e/ou outros débitos não tributários).

Cerca de 77% desse total, R$ 2,4 bilhões, estão em situação irregular, ou seja, os devedores ainda não regularizaram sua situação e a PGFN está tentando cobrar a dívida.

Os 20 maiores devedores

A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, a pedido do Blog do Jeso, listou quais são os 20 maiores devedores da União inscritos na dívida ativa, considerando todos os tipos de dívida. Os dados são referentes ao ano de 2019.

RANKINGDEVEDORDÍVIDA TOTAL
1CosanpaR$ 558.444.574,11
2BarcarenaR$ 547.780.640,85
3TucuruíR$ 226.946.718,29
4CoagroR$ 215.339.040,38
5Viação Perpétuo SocorroR$ 136.836.175,70
6Y. YamadaR$ 128.319.731,31
7Itaituba Cimento do ParáR$ 123.920.709,19
8Rocha Magazine R$ 119.072.563,84
9BragançaR$ 113.589.738,10
10Cerpasa (Cerpa)R$ 103.141.673,84
11Estacon EngenhariaR$ 96.398.366,76
12Kaiapos Fabril e ExportadoraR$ 92.800.629,76
13Cibrasa (Cimento do Brasil) R$ 91.450.089,08
14AlmeirimR$ 89.888.379,24
15Município de JacundáR$ 81.412.837,63
16Transportes MaritubaR$ 77.558.513,19
17Distribuidora Big BenR$ 74.396.580,46
18Ipixuna do ParáR$ 68.085.812,34
19São Félix do XinguR$ 67.965.482,24
20OriximináR$ 34.228.908,37

— LEIA também: Monte Alegre, Juruti e Óbidos entram na lista do uso obrigatório de pregão eletrônico

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Os 20 maiores devedores do Pará inscritos na Dívida Ativa da União; veja a lista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *