Secretária de Educação de Tucuruí é afastada do cargo por 180 dias, a pedido do MP, secretaria e brito, Tucuruí
A secretária Wanessa Sechim e o prefeito Arthur Brito, réus na ação do MP

Wanessa Sechim, secretária de Educação e Cultura de Tucuruí, sudeste do Pará, foi afastada do cargo, por 180 dias, sob a suspeita de ter cometido crime de improbidade administrativa.

A decisão, do juiz Thiago Escórcio, atende pedido do Ministério Público do Pará nos autos de uma ação civil pública contra a servidora nomeada pelo prefeito Arthur Brito (PV), que também é reu na ação.

Ela teria ignorado acordo com o MP, além de atropelar lei municipal, quando implantou nas escolas municipais uma nova proposta pedagógica, sem aprovação, inclusive, do Conselho Municipal de Educação de Tucuruí.

Neste link, mais informações sobre o caso.

Com informações da Agência Lide

Leia também:
Gordo do Aurá é morto em emboscada em Belém; ele recebeu mais de 10 tiros

  • 68
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *