Sespa confirma o primeiro caso do novo coronavírus no interior do Pará

 

A Sespa (Secretaria de Estado de Saúde do Pará) acaba de comunicar o 5º caso confirmado de infecção viral pelo novo coronavírus.

É o primeiro caso do interior do Pará.

Segundo a Sespa, trata-se de “um mulher, de 29 anos, de Marabá. [E que] Esteve em SP [São Paulo] e retornou ao Pará no dia 16 de março”.

“Seu estado de saúde é estável. Ela segue em isolamento domiciliar”, anunciou nesta segunda-feira (23) a secretaria em sua página no Twitter.

Com mais esse novo caso, sobe para 5 o número de infectados pelo covid-19 no Pará — dos quais 4 em Belém.

Fronteira fechada

Neste domingo (22), o governador Helder Barbalho reforçou que já está em vigor a proibição de circulação de transporte coletivo interestadual (rodoviário e fluvial) no Pará.

Destacou ainda que bares, restaurantes e casas noturnas continuam proibidos de funcionar. E o governo, por meio das forças de segurança, está pedindo à população que fique em casa ajudando a conter a disseminação do novo coronavírus.

 

O Laboratório Central do Estado do Pará (Lacen) será o único a receber, do Ministério da Saúde, novos equipamentos para aumentar a capacidade de análises laboratoriais do coronavírus, reforçando o atendimento à demanda.

Por enquanto, o Lacen e o Instituto Evandro Chagas (IEC) são responsáveis pela realização dos testes no estado. Contudo, o IEC atende ainda mais 15 estados brasileiros.

Para agilizar esses procedimentos, o Governo do Pará está buscando novas alternativas, como a retirada automatizada da molécula de RNA das amostras coletadas, o que torna possível a realização de 36 exames simultaneamente

Com informações da Sespa e Agência Pará

— LEIA também: Paciente com suspeita de coronavírus é uma mulher e estava na UPA 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *