Uma perfeccionista que vive No Salto, Adriana Pessoa

por Núbia Pereira

Musa do jornalismo No Salto, Adriana Pessoa é morena, alt…ops, perai…Qual a tua altura mesmo? 1,65. Annnnn? Sério? “Pareço alta, né? Sabe o que é? Não desço do salto, mana. Só ando No Salto… kkkkkkkk”

Hummmm…

Voltando à biografia da musa…Morena, dos olhos castanhos, magra e poderosa. Perfeccionista e metódica. Extrovertida… Fala pelos cotovelos. Tem sempre boas e engraçadas histórias para contar.

É bem humorada e linha dura. Sai de baixo se ela sair do salto. Eu heim!!! Melhor nem cutucar. Vaidosa, simpática…Uma exímia cozinheira.

Gosta de dançar, mas não se arrisca a cantar nada. Tem um jeito cativante da dar gargalhas…Falando nisso, borá lá conferir o bate papo com a Pessoa, a musa do jornalismo #NoSalto?

Oláaaaaaaa, você sempre pensou em fazer jornalismo?

Não. Fui muito indecisa com relação ao que queria ser. Quando mais menina falava que queria ser aeromoça. Achava o máximo. Mas graças a Deus que não escolhi essa profissão. Sou uma besta para enjoar no avião, imagina o que isso ia significar? Kkkkkkkkkk…

“Meeeeeseeericórdiaaaaaa”

Cheguei a prestar vestibular pra Direito, passei na primeira fase da UFPA. Fiz Turismo, no Iespes, influência do papai que sempre achou a carreira promissora aqui na região. Cursei alguns semestres de Turismo, retornei ao curso, mas realmente não era o que eu queria. Também pensei em Gastronomia, mas não tinha em Santarém, e nunca fiz planos de ir morar fora. Foi então que despertei para a área de comunicação e logo depois o curso veio para o Iespes, então prestei vestibular. Me formei na primeira turma. Amo minha profissão.

O que mais te atrai no Jornalismo?

Muitas coisas. Hehehehehheehe… Com o avançar dos semestres, fui descobrindo muitas áreas que me identificava. Adoro assessoria de imprensa, essa parte de trabalhar a comunicação institucional, tanto que trabalhei e voltei pra área. Também gosto de TV, apesar de achar que preciso aprender muito, principalmente no quesito apresentação. Hahahahahahaha… Sou uma pessoa muito exigente comigo mesma.

Tenho uma relação forte com o impresso, onde atuei também. Enfim, só não me atrai no jornalismo o rádio, talvez também por nunca ter tido contato.

Uma perfeccionista que vive No Salto, Adriana Pessoa

Falando em TV, me conta um pouco sobre sua passagem “relâmpago” pela TV Tapajós?

Relâmpago é ótimo. kkkkkkkkkkkkkkkkkk… Se não me engano, foram cinco meses. Entrei pouco antes de me formar e, assim que me formei, recebi uma proposta para trabalhar no governo do estado como jornalista correspondente. Eu trabalhava na TV ( acho que entrei pra substituir a Cissa, se não me engano ela estava de licença maternidade) e nos laboratórios de mídia do Iespes. Pedi demissão dos dois numa sexta-feira, e na terça-feira já estava na Secom.

O que aconteceu?

Acho que muitas coisas aconteceram. Talvez a principal delas se deve ao fato de eu ter ido prematuramente pro ar, sem experiência. Talvez eu não tenha tido tempo pra treinar mais antes de colocar a cara na TV. Amigos mais próximos me alertaram, mas eu já estava no fogo. Como eu sempre digo: tudo tem sempre um lado bom. Nem que seja o aprendizado que fica. Superei isso.

Gosto de TV, mas reconheço que ainda preciso aprender muito nessa área.

Então…você já atuou em TV, impresso, agora é assessora de imprensa. Qual veículo realmente você prefere?

Ahhhh… é complicado eleger um. São paixões diferentes. Na assessoria, a vantagem é lidar com um pouquinho de cada uma dessas outras áreas de atuação.

Eu sei que você é muito curiosa. Mas até onde vai essa tua curiosidade?

Kkkkkkkkk… Extremamente.

Se tem uma coisa que me deixa agoniada é você dizer que tem algo pra me contar. Jesus!!! Kkkkkkkkkkkk…

Adriana Pessoa

Eu sei.. haahahhaha …

Acho que é uma das nossas fortes características. Mas penso que consigo me conter. Eu acho….Hahahahahaha…

Quem, de fato, é a Adriana Pessoa?

Eu sou uma pessoa simples, não suporto acordar cedo, adoro dormir tarde, gosto de cozinhar, cuidar da minha casa, sou vaidosa, e adoooro trabalhar. Me considero uma pessoa justa. Me irrito com deboche. E sou muito responsável e profissional. Gosto de me dedicar aos projetos com os quais me envolvo. Sou criativa, sempre com ideias novas. Tenho palavra: se digo que vou é porque vou.

Kkkkkkkkk…

Ahhhh… detalhe: sou muito sincera e direta. Isso incomoda muuuita gente. E às vezes pareço grosseira, bruta, mas é mais personalidade que grosseria. hahahahahhaha…. eu juro.

Bate! Kkkk….

No nosso meio, há uma galera que gosta muito de cozinhar, você é uma delas. Se considera uma exímia cozinheira?

Realmente, incrível como temos esse talento. Kkkkkkkkkkkkk… Na verdade eu me considero curiosa. Aprendo sempre, leio bastante. Adoro ler receitas, tenho cadernos de receitas porque invento umas coisas e anoto pra não esquecer. No meu caso, tá no sangue. Minhas tias, da família do meu pai, são muito talentosas. Desde moleca, eu sempre me interessei, lia as revistas e cadernos da mamãe e praticava. Ela me ensinou muito também. E acho que a mamãe contribuiu muito porque sempre me deu liberdade para fazer minhas experiências na cozinha dela. Um dia eu me especializo mais nessa área.

Adriana Pessoa

Qual o prato que você mais gosta de preparar?

Sinceramente? Nem sei. Gosto de fazer tantas coisas. Desde tortas doces, bolos, cupcakes, até pratos salgados, pato no tucupi, enfim… Só não gosto do básico. Kkkkkkkkkkkkkkk…. feijão fiz poucas vezes, por exemplo.

Cozinha em quais ocasiões?

Sempre que posso. Apesar do trabalho, prefiro sempre fazer comida que ir ao restaurante. Amo preparar almoços, jantares, sobremesa tem sempre em casa, só se não der tempo mesmo que não faço.

Você é uma mulher muito bonita, claro, mas foi a beleza que atraiu marido, ou você “prendeu” o moço pela boca. HAHAHAHAHAHA ficou meio sei lá essa pergunta né? kkkkkkk Responde!

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… eu acho que foi os dois. HAHAHAHAHAHAHAH (aquela bem modesta). Ele conta que quando me viu disse a um amigo que casaria comigo. Depois, acho que ele teve certeza quando viu que tinha esses dons. kkkkkkkkkk..

Você foi escolhida “Musa do Jornalismo No Salto”, principalmente por sua elegância, beleza, simpatia. Falando nisso, no que você pensa quando está se arrumando?

Fiquei feliz por ser reconhecida nesse quesito. Eu penso e me preocupo em não ser vulgar. Acho estranho quem pensa que para estar bonita tem que ser vulgar. E me preocupo também em estar de acordo com a ocasião. Uma coisa que me incomoda é não saber como me vestir para ir a determinado lugar.

Adriana Pessoa

Você vive sempre impecável?

kkkkkkkkkkkkk… Meu marido diz que eu acordo linda, mas ele me ama, né? Kkkkkkkkk… mas quando, tem momentos e momentos, e tem dias que a gente não tá bem e tudo reflete.

És uma pessoa de muitas amizades?

Não. Me considero uma pessoa bem relacionada. Mas amizade mesmo, são poucas.

Se considera uma mulher inteligente?

Médio, kkkkkkkkkkkkkkk… Sempre acho que preciso aprender mais.

Falando nisso, como é lidar com o mundo universitário já que, hoje, você ocupa uma cadeira de professora do curso de Jornalismo?

É muito bom. A gente aprende sempre, eu descobri uma outra paixão. Gosto de estar em sala de aula.

Você já passou por uma situação constrangedora? Por exemplo, o aluno perguntou e você não soube responder? Hahahhaha…

Kkkkkkkkkkkk… Não acho que é constrangimento. O conhecimento nunca está pronto e acabado. Ainda mais hoje que as coisas mudam com uma velocidade incrível. Acho que já vivi sim uma situação dessas e reajo da maneira mais verdadeira e natural possível.

Quando acontece, você enrola ou faz o que? rs rs

Como eu disse: tem que ser natural, e buscar a resposta o quanto antes. Ninguém sabe de tudo.

Adriana Pessoa

Como foi encarar pela primeira vez uma sala de aula, como “profi”?

Parece que o tempo de aula não encerrava nunca. Kkkkkkkkkkkkkkk… fiquei rouca de tanto falar. Mas com o passar do tempo você vai ganhando experiência.

Falando nisso, qual foi o seu primeiro emprego?

A primeira experiência foi na Telemar, mas foi serviço prestado. Depois, de carteira assinada mesmo, foi na Tim, fui da primeira equipe montada aqui em Santarém. Era promotora de vendas, depois gerenciei loja, dei treinamentos. Aprendi muito.

Qual o maior desafio que essa galera que está se formando em jornalismo aqui na cidade?

As equipes das redações estão cada vez mais enxutas, acho que o maior desafio é empreender na nossa área, ser criativo, sair da zona de conforto. Temos muito a fazer nesse sentido.

Você é uma mulher realizada profissionalmente?

Eu ainda quero mais, com certeza. Mas me considero realizada porque tive excelentes oportunidades de trabalho e aproveitei. Acho que soube arriscar nos momentos certos. Hoje eu faço o que gosto e não tenho medo de trabalho. Além do que formalmente desenvolvo, faço cerimonial, é algo que gosto muito, e penso sempre no que mais posso fazer. rsrsrsrsrs

Existe alguma coisa que você quer e ainda não teve a chance de fazer?

Tenho algumas realizações sim. Ainda não sei quando, mas quero chegar ao título de mestrado. Outra delas está relacionada à música: tenho vontade de aprender a tocar um instrumento, e de estudar e saber técnicas de canto. Não pra me apresentar em público, kkkkkkkkkkkk… É, de fato, uma realização pessoal, vontade mesmo desde criança. Gosto muito de música. Outra coisa é me especializar na culinária. Tenho vontade de saber mais. Fico toda orgulhosa quando aprendo algo novo nessa área. São coisas totalmente diferentes, né? Vá entender! kkkkkkkkkkkkkkk…. Mas são coisas que quero fazer.

Qual o defeito da Adriana?

Xiiii… muitos. Sou imediatista, falo sem pensar. Mas acho que a gente sempre tende a ser muito branda quando estamos elegendo os nossos defeitos, né?!

Kkkkkkkkkkkkkk… Verdade.

Então me diz qual a maior qualidade?

Tento sempre ser justa e a sinceridade também tenho como qualidade, apesar de muitos não gostarem, prefiro sempre ser sincera e direta.

Adriana Pessoa

Como você lida com a beleza?

Kkkkkkkkkkkkk… Eu? Gente, acho que tem tanta mulher bonita. Eu tento me cuidar, até porque quando a gente passa dos 30 as coisas mudam.

Você é muito vaidosa?

Ahh, sem dúvida. Cada dia mais. A idade vai chegando e tem que se cuidar.

Qual o limite da vaidade pra você?

Difícil dizer. Já encarei muitas coisas, tratamentos invasivos até. Tudo pra me sentir melhor comigo mesma. Não concordo com muita artificialidade não. Mas penso que algumas coisinhas podem ser melhoradas. Hahahahaha…

Dizem que jornalista se veste mal. Hahahahah Avalia aí a turma cá da city. 😀

Caramba. Que missão Hein! Queres me comprometer?

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Não, não…

Mas lá vai. Honestamente? Não gosto de exageros. Menos é mais. Acho que ‘no ar’ as pessoas não se vestem melhor porque não há investimento, ou até recurso mesmo, a gente sabe que fazer TV não é barato. Pessoalmente acho que algumas pessoas têm estilo próprio, outras tem mal gosto mesmo. Kkkkkkkkkk…

Pra mim se vestir bem não é questão de investimento, não compro roupas caras, é bom senso.

O que faz para manter o corpo em forma?

Kkkkkkkkkkkk… em forma de quê? Tô longe da boa forma. Eu queria executar todos os exercícios que penso em fazer. Queria frequentar a academia que pago todo mês… andar mais de bicicleta (coisa que eu adoro fazer), mas ultimamente tem sido complicado.

É adepta de remédios para emagrecer? Me conta essas coisas. :-p

Já fui. Fiz diversas investidas, tomei de tudo. Mas me dei conta de que tudo não passa de cálculo matemático: é gastar mais do que a gente consome. Eliminei 11 quilos do ano passado pra cá. Agora, minha preocupação é não ganhar mais. Por isso tenho me cobrado o retorno aos exercícios, porque foi comendo menos e me exercitando mais que consegui emagrecer.

Você é casada há algum tempinho… Aquela pergunta que todos fazem para os casados. Quando vêm os filhos? hehehehe

hahahahha… Em outubro, a gente completa 4 anos de casados. Eu e Weslley sempre programamos tudo na nossa vida, filho não será diferente. Penso que 2018 é um ano bom.

hummmmmmmmmmmmmmmm…

Antes de casar você foi uma mulher namoradeira? Deu trabalho para seus pais?

Não. Tive poucos namorados. Meus pais sempre me deram liberdade, mas eu acho que não dei trabalho, não. Sempre fui muito caseira, não bebo, e fui poucas vezes a festas.

Você é do tipo conservadora? Se alguém te chamasse para um desfile de lingerie você ficaria vermelha com a proposta ou encararia na boa?

Jamais encararia. Não sou adepta a exposições. Se isso é ser conservadora, eu sou.

Adriana Pessoa

O que você não toparia nunca?

Envolver meu nome em nada que seja ilícito. Nem DVD pirata eu compro, kkkkkkkkkkkk… Sério. Nada que seja errado eu aceito.

Como você encara o mundo moderno, já que você passa uma imagem de mulher bem tradicional?

Tô começando a me sentir mais velha que sou, Hein! … kkkkkkkkkkk…

Kkkkk…Não é isso hahahahahhaah…

Mas falando sério: eu sempre digo que os extremos são ruins. Hoje vejo muitos extremos a respeito de muitas coisas. Vejo também que tudo vira polêmica com muita facilidade. Parece que ninguém mais pode ser contra ou a favor de nada. Menos, menos! A modernidade não pode nos tirar direitos e nem nos impor nada.

Aplausos…

Me diz uma outra coisa: As pessoas discretas são certinhas ou só são discretas mesmo?

Acho que têm as discretas certinhas e as somente discretas. Eu sempre fui tachada de chata porque também sou certinha. Mas não tem nada, não. Eu sou o que sou e pronto.

Você é gêmea. Alguma situação inusitada que aconteceu com vocês duas?

Há muita confusão, imagino, já ouvi vários casos. Algum namorado já confundiu as meninas?

Muitas situações engraçadas. Sempre acontece. Ser gêmea é algo tão natural, então nem sempre a gente consegue que todos saibam isso de cara, principalmente colegas de trabalho. Mas namorado, nunca. Somos gêmeas, mas temos personalidade totalmente diferentes, quem conhece dificilmente confunde. Com exceção do papai que é um caso a parte. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Adriana Pessoa

Você é muito perfeccionista. Isso te atrapalha?

Eu acho que mais ajuda que atrapalha. Ser perfeccionista me faz insistir, tentar sempre ser melhor, fazer melhor.

É devota de algum santo?

Sou católica, tenho em casa minhas imagens de Nossa Senhora Aparecida e São José, mas não sei se posso ser considerada devota.

Você é tão curiosa que não duvido nada de você já ter procurado cartomante para saber o que ia acontecer no futuro… kkkkkkkkkkkkk Quantas vezes você foi a um (a) cartomante?

kkkkkkkkkkkkkk… Nunca procurei. Particularmente não gosto dessas coisas. Tenho muita fé e acredito que essas coisas de acertar futuro não são verdadeiras. Deus é quem sabe.

Final do ano você segue alguma tradição…passar a virada toda de branco, por exemplo. Segues algum ritual. Me conta!

kkkkkkkkkk… vou parecer contraditória agora, mas…

Não que eu acredite, mas gosto de passar a virada de branco, de amarelo… HAHAHAHAAHA

Mas ritual não rola.

Muito bom conhecer um pouco da história e rir um pouco contigo. Parabéns pelo título de Musa do Jornalismo No Salto. Muito merecido. Sou tua fã. Sucesso!

Obrigada, Núbia. Deu frio na barriga participar do No Salto, mas foi bacana. Jornalista gosta mesmo é do outro papel. 🙈🙈🙈🙊🙊🙊 Desejo sucesso pra você. E que nunca perca a criatividade das perguntas mais irreverentes. Não sendo eu a entrevistada, tá tudo certo. Kkkkkkkkk…

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

10 Comentários em: Uma perfeccionista que vive No Salto

  • Conheci a Adrianano curso de jornalismo do Iespes. Mantivemos uma boa relação e sempre achei que ela seria uma das novas jornalistas a se firmar na área por sua garra e foco.

    Ela faz parte de uma geração que hoje tenta se firmar na profissão, mas é uma das poucas que não se deslumbrou, exatamente por saber o que quer. Isso tipo de atitude acaba sendo julgado como arrogância por outros. Fui um dos poucos da turma que entendeu isso ecacho que ganhei seu respeito. Com ela é pão pão, queijo queijo…rs (nem sei se se usa mais essa expressão… Rs)

    Trocamos muitas figurinhas e chegamos a começar uma experiência de trabalhar juntos na produção de uma revista que infelizmente não se consolidou… Quem sabe um dia? Adrana tem potencial para ir longe, principalmente por sua discrição e obstinação.

    Parabéns pela entrevista e continue sendo esta proffisional focada que eu admiro.

    • Amigo querido Jota Ninos. Te respeito muuuito, feliz em ter sua admiração. Você é um daqueles que eu sempre quero ouvir, porque sei que a recíproca é verdadeira. Ein… sobre a revista, lamentei lembrando agora. Mas nunca é tarde.
      Obrigada.

  • kkkkkkkkk…..amei a entrevista. Parabéns meninas!

  • Não é pq é minha amiga não, mas a Adriana é excelente em tudo o que faz.Tive a oportunidade de acompanhar o processo de seleção do primeiro emprego dela e realmente naquele dia vi que ele tinha um grande futuro pela frente(lembra disso né mana?).Pois bem,Adriana merece muito e muito mais por toda a sua dedicação. Parabéns a Nubia pela entrevista e a Adriana pelo profissionalismo.

  • Parabéns querida Núbia Pereira pela entrevista!!
    Alias que as duas são musas do jornalismo da região. Adriana, além de uma mulher bonita e inteligente, é uma excelente jornalista.
    Parabéns No Salto!

  • SUPREMA DA CIDADE

  • Adriana é muito competente, íntegra e profissional.
    Tive a alegria de trabalhar junto e viver algumas conquistas acadêmicas e tbm profissionais, seja como estagiário ou já profissional. Tenho forte admiração por seu jeito decisivo, verdadeiro e sempre honesto. Estas características são de fato a Pessoa que conheço, quando sonha com algo é só anotar que vai realizar. Sem dúvida, foi uma boa escolha para representar o jornalismo.
    Parabéns Adriana, vc vale muito e vai longe! Vlw pelas lições já compartilhadas.

  • A Adriana é uma menina de ouro!! Gosto e admiro muito!! Sucesso queridona!

  • Muito legal a entrevista. Parabéns!!!
    Adriana foi uma colega de trabalho que, ao final de tudo (e que tudo, hein!?), ficou marcada como uma boa lembrança. Foi tão intenso e maravilhoso. Aprendi muito. Quando li a parte do profissional da entrevista, então, passou um filme! kkkkk
    Uma profissional exemplar. Atenta, inteligente, perspicaz, sincera, top!!
    Núbia, as suas perguntas e a forma com que as descreve são ótimas. Vc é excelente!
    Deus abençoe a vcs, queridas!!!!! 🙂

Deixe uma resposta