6 revelações sobre a pesquisa para deputado federal da Doxa. Por Dornélio Silva, pesquisa e urna eleitoral
A pesquisa da Doxa tem registro no TRE
Dornélio Silva

A pedido do Blog do Jeso, o cientista político e nº 1 da Doxa Pesquisa, Dornélio Silva, relacionou 6 tópicos esclarecedores sobre a pesquisa realizada pela empresa para deputado federal do Pará, a 1ª das eleições deste ano após o horário eleitoral, divulgada ontem, 11.

Confira abaixo.

Para hoje, 12, no final da tarde, está prevista a divulgação da consulta para deputado estadual.

1 A pesquisa de intenção de votos para deputado federal no Pará da Doxa e divulgada ontem, 12, no Blog do Jeso revela que o campo está aberto nessa disputa: 65,8% dos eleitores ainda não tem candidato definido.

2 A pesquisa é um indicativo de como está a campanha de cada candidato ao cargo em seus respectivos redutos eleitorais. Lembrando que o número de vagas para Câmara dos Deputados é 17.

3 A pesquisa, devidamente registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) foi feita com uma amostra de 1.896 entrevistas, distribuída nas 6 mesorregiões do Para, contemplando 40 municípios grandes, médios e pequenos.

4 Pode acontecer que algum candidato não tenha aparecido na pesquisa ou aparecido com pouca densidade eleitoral. Significa que esse candidato tem provavelmente maior peso fora dos municípios onde a pesquisa não atingiu.

5 Nessa pesquisa, aparecem nomes pouco conhecidos do eleitorado, mas que tiveram boa densidade. Por exemplo, Xandão Alegria e Franscisa Ciza aparecem entre os 15 primeiros colocados. Eles se destacam porque foram muito bem votados em seus municípios: Xandão Alegria em Tucuruí e Francisca Ciza, em Parauapebas. Os dois foram votados somente nesses municípios. E seus índices ficaram acima da média dos demais. Isso não significa que eles terão chances de ser eleitos. Para tanto, terão que buscar votos em outros municípios para poder atingir e competir com os demais candidatos.

6 Os municípios contemplados na pesquisa foram Óbidos, Oriximiná, Monte Alegre, Santarém, Alenquer, Belterra, Muaná, Soure, Breves, Portel, Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba, Castanhal, Barcarena, Santa Izabel, Bragança, Capanema, São Miguel, Abaetetuba, Cametá, Igarapé-Miri, Moju, Tome açú, Capitão Poço, Canaã dos Carajás, Marabá, Tailândia, Paragominas, Parauapebas, Redenção, Xinguara, Conceição do Araguaia, Tucuruí, Altamira, Uruará, Itaituba, Medicilândia.

Leia também:
Ex-governador tucano do Paraná é alvo de nova operação da Lava Jato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *