Blog do Jeso

Entenda por que o PCdoB teve péssimo desempenho nas eleições em Santarém

Ninos aponta a falta de recursos, além de nomes sem expressão como decisivos para o fracasso do partido nas urnas

Entenda por que o PCdoB teve péssimo desempenho nas eleições em Santarém, Jota NinosJota Ninos, sem recursos e visbilidade eleitoral. Foto – Ádrio Dener

 
Alcançado pelo Blog do Jeso, o presidente do PCdoB em Santarém, Jota Ninos, para explica a sofrível performance nas urnas do partido nas eleições do ano passado no município.

O PCdoB teve o segundo pior desempenho em termos de votos. Só ficou atrás do PP.

“O PCdoB, que eu comando desde outubro e 2015, teve um péssimo desempenho por apresentar candidatos sem muita base eleitoral (inclusive eu…rs) e com quase nenhum recurso para a campanha. As despesas do partido são irrisórias para enfrentar uma campanha vultosa como as de hoje, já que não recebeu nenhum recurso da direção estadual e nem doações de campanha”, justifica.

“Os dois nomes que seriam os mais fortes, por terem uma certa visibilidade na mídia (eu e o empresário e carnavalesco Paulo Costa), ficaram muito aquém de suas expectativas. Acabamos pecando em acreditar que a visibilidade nas redes sociais seria o suficiente para um bom resultado”.

Para Jota Ninos, a coligação com o PSOL e Rede acabou sendo prejudicada porque os três partidos tinham o mesmo problema: poucos candidatos, poucos recursos e pouca visibilidade eleitoral, com exceção do mais votado, Maike Viera, do PSOL.

“Faltaram mais de 3.500 votos para a coligação ter pelo menos um vereador! Se tivéssemos coligado com o outro grupo de esquerda que fracassou (PT/PPL), teríamos eleito pelo menos uma vereadora (Ivete Bastos, do PT), mas não houve consenso para essa união”.

Ninos lembra que o PCdoB passou por uma renovação em sua direção e começou do zero, depois de ter estado nas mãos do empresário Paulo Barrudada, que indicou os dois últimos presidentes – o blogueiro JK e seu funcionário do hotel Diego Pinho, cuja direção foi destituída após este ter abraçado (literalmente) a candidatura de Simão Jatene em 2014, à revelia da decisão estadual que apoiava outra candidatura.

“Esse processo de reconstrução do partido é considerado, também, relevante para justificar seu péssimo desempenho em 2016”.

30 dos 35 partidos registrados no país participaram da campanha para vereador em 2016 em Santarém.

Ficaram de fora PTdoB, PCO, PSTU, Novo e PCB.

Leia também
Entenda por que o PEN teve péssimo desempenho nas eleições

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

Videos
Canal direto
Canal Diteto
Prestação de Contas
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade