Na Folha de S. Paulo

Desgastado após quase ter sido barrado pela Lei da Ficha Limpa na eleição passada, o senador Jader Barbalho [foto], principal liderança do PMDB no Pará, sumiu da campanha para a Prefeitura de Belém e tem evitado manifestar apoio ao candidato do partido, José Priante, que é seu primo.

A interlocutores Jader afirma que não quer municiar os rivais de Priante para que digam que o candidato é apoiado por um político “ficha-suja”. Teme ser responsabilizado por sua eventual derrota.

Jader se elegeu senador em 2010, mas inicialmente foi barrado pela Lei da Ficha Limpa porque renunciou ao Senado em 2001 para evitar sua cassação, diante das acusações de desvios no Banpará e de envolvimento em fraudes com Títulos da Dívida Agrária e na extinta Sudam.

Em dezembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal liberou sua posse, sob o entendimento de que a Lei da Ficha Limpa só poderia valer em 2010 se fosse promulgada um ano antes do pleito. O julgamento do recurso de Jader terminou empatado em 5 a 5, mas o então presidente do STF, Cezar Peluso, deu o voto de desempate.

Em Belém, Priante, do PMDB, está empatado tecnicamente no segundo lugar com Zenaldo Coutinho (PSDB), segundo pesquisa Ibope do dia 22. Priante tem 16% e Coutinho, 20% -a margem de erro é de quatro pontos percentuais.

O líder da pesquisa é Edmilson Rodrigues (PSOL), com 38%, que perdeu nove pontos percentuais em relação ao levantamento anterior. O candidato do PT, Alfredo Costa (PT), tem 2%.

Bastidores

Até agora, a participação de Jader na campanha em Belém limitou-se aos bastidores. Priante procurou o senador para pedir conselhos, mas não pediu presença em eventos nem gravação de programas para a televisão.

Priante prefere ostentar outros apoios: repete que é aliado dos governos federal e estadual e até exibiu gravação antiga do ex-presidente Lula. Por isso Jader diz que só irá se expor na campanha em Belém caso seja chamado.

Mas pelo interior, onde avalia ter uma alta popularidade, o senador ainda é requisitado e tem feito comícios toda semana -já esteve em cidades como Redenção, Canãa dos Carajás e Portel.

O marqueteiro de Priante, Glauco Lima, afirma que ainda não sobrou tempo no horário eleitoral para citar o apoio de Jader.

O senador afirma, por meio de sua assessoria, que está participando da campanha quando é solicitado, dando orientações políticas.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

6 Comentários em: Jader não dá as caras no programa do PMDB

  • Agora que as eleições estão aí é importante a gente saber quem fez pela nossa cidade, por isso eu vou votar no José Priante. Ele conseguiu muitos recursos pra Belém, pra melhorar a situação da saúde por exemplo, coisa que ninguém mais fez pela gente. É o meu candidato! Agora é José Priante!

  • Eu acompanho o trabalho competente do deputado José Priante e sei que ele está mais do que preparado pra ser prefeito de Belém. Ele conhece bem os problemas da cidade e sei que com ele Belém tem chance de andar. Priante é o caminho pra Belém ficar melhor. Agora é!

  • O Priante conhecendo bem a situação de Belém, vai começar o governo dele por onde a prefeitura ainda não chegou. Quem mora aqui conhece bem esse descaso e as promessas que nunca foram cumpridas. Vamos mudar esse cenário com o José Priante, agora é!

  • Aqui, só no Diário do Pará, do seu primo Jader, ele está em segundo. Não vai chegar. Dizer que fez muito por Belém, é no mínimo gracioso. Belém, comparada com Manaus e outras capitais da área, é a que menos recebe recuros do Planalto. Se vangloriar disso, como mandão da comissão de orçamento, é se regozijar de uma atuação pífia.

  • Mandem o Jatene aparecer dando aquela forcinha pro só na VONtade!

  • Parabéns aos eleitores de Belém e Ananindeua, por não votarem em quem é ligado ao pai da corrupção no Estado do Pará. No caso, em Belém, o primo de Jader, José Malefício Priante foi defenestrado. Em Ananindeua, o candidato do Morubixara do PMDB teve atuação pífia (como a atual atuação do Senador ficha suja) e de quebra seu filhinho, o filhinho de papai Helder foi alijado do bairro que leva o nome do Anhangá (Jaderlandia) sob forte vaias.
    É o império macabro ruindo com a força de DEUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *