Delegado Jardel, vereador do Podemos em Santarém

Delegado Jardel, vereador do Podemos na Câmara de Santarém

Um pedido raro, interceptado pelo portal Jeso Carneiro, foi protocolado na semana passada (dia 10), junto à Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Santarém.

Não se tem notícias, pelo menos nas 3 gestões anteriores da Casa – Reginaldo Campos (2015-2016), Henderson Pinto (2013-2014) e José Maria Tapajós (2011-2012) -, de um documento similar, amparado, inclusive na Lei Orgânica do Município.

Trata-se de um oficio de autoria do Delegado Jardel (Podemos), para o presidente atual da Câmara, Antônio Rocha (MDB), solicitando a prestação de contas da Casa, referentes aos anos de 2017 e 2018.

Nenhum dos 21 vereadores inquilinos da Câmara na gestão de Reginaldo Campos, por exemplo, tomou idêntica iniciativa.

Talvez por isso, deu no que deu: a devastadora Perfuga, com todas as suas consequências e, pior, com efeitos corrosivos à imagem do Legislativo santareno.

Leia também:
Corregedoria do MP arquiva representação da OAB contra promotores da Perfuga

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

10 Comentários em: Raridade | Vereador pede prestação de contas da Câmara de Santarém

  • Jeso, isso deveria ser compulsório. E mais, envolveria todo órgão público. Afinal é público…!!!

    • Marcos, é compulsório, via TCM. Mas isso não impede que integrantes da Casa tomem a iniciativa, a qualquer tempo, como é o caso do vereador Delegado Jardel. É louvável, benéfico e acredito que quem administra com lisura o Poder Legislativo não haverá de impor barreiras para que essa fiscalização seja efetuada.

      • Realmente é um ” FATO NOTÁVEL”, atitude como essa nos faz acreditar que ainda existe agente público ” com espírito público “, levando em conta que tem muito político detentor e usurpador de cargo eletivo que só está na politicagem para se dar bem, por vaidade ou para ganhar dinheiro fácil, sem trabalhar de verdade . Para que sirva de exemplo para muitos políticos oportunistas : Realmente é um ” FATO INUSITADO “, nossas felicitações Delegado vereador Jardel Guimarães, com certeza a População de Santarém ficará agradecida .

  • Parabéns Delegado Jardel pela ótima iniciativa …..

  • Esse projeto faz sentido, agora aquele para liberar bebidas no estádio é uma ABERRAÇÃO SEM SENTIDO E SEM NOÇÃO SEU JARDEL.

    • Manoel, não vejo problema alguma a venda de bebidas nos estádios, assim como não vejo nas festas, nos bailes, no Carnaval de rua ou qualquer outro tipo de concentração popular.

      • Então Jeso quando fores ao estádio tenta ficar próximo aqueles torcedores que entram até o tucupi como diz o caboclo, e sentirás o problema bem de perto. Imagina se for liberada a venda, torcedores cheio da manguaça se desentendendo aí eu quero ver os “culpados” aparecerem.

        • Quando vou a festas, a shows públicos, à folia momesca quase sempre percebo ao meu redor, com a minha latinha à mão, pessoas bebendo, e nunca vi nada de anormal. Definitivamente: não é o álcool que provoca brigas nos estádios e similares, são as emoções, o fanatismo, o comportamento anti-social.

          • Realmente Jeso, o FANATISMO empobrece o espírito do HOMEM, devemos sempre dizer NÃO ao fanatismo no futebol, ao fanatismo religioso e ao fanatismo na política .

    • Único país de elite do futebol que bebidas nos estádios não é permitido.. Quer dizer que fora pode, no Brasil, o país das leis não. Estamos na contramão de tudo, inclusive nisso. Bêbado sem noção só terá nos estádios. A vá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *