“Se o governo cai no meu colo, serei candidato a governador do Pará“, Marcio Miranda, deputado estadual

Márcio Miranda, presidente da Alepa, é filiado do DEM

Presidente da Alepa (Assembleia Legislativa do Pará), o deputado Márcio Miranda (DEM) declarou em entrevista exclusiva ao site Jeso Carneiro na manhã de hoje, 24, que não descarta a hipótese de desistir da disputa ao Senado e encarar a eleição para   governador na eleição de 2018.

Para que essa mudança de alvo ocorra, basta que o “governo cai no meu colo”, explicou.

A engenharia política a que Márcio Miranda se refere – e que tem sido costurada pelo governo – é possibilidade dele ocupar o comando do Poder Executivo com a desincompatibilização do governador Simão Jatene do cargo, para concorrer ao Senado, e a nomeação do atual vice-governador Zequinha Marinho (PSC) para uma das duas cortes de contas do estado – TCM ou TCE.

Márcio Miranda, por ocupar a presidência da Alepa, é o segundo na linha da sucessão de Jatene.

O governador, aliás, é a mola propulsora dessa engenharia, que encontra, pelo menos por enquanto, alguns focos de resistência dentro do PSDB, na figura dos prefeitos Zenaldo Coutinho (Belém) e Manoel Pioneiro (Ananindeua).

Para Márcio Miranda, a opção pela disputa ao Senado seria a mais confortável para ele, já que trabalha há pelo menos 4 anos com esse objetivo. Mas se o grupo de partidos simpáticos a sua candidatura a governador decidirem colocar no colo dele o governo, ele muda a estratégia, e entra na briga da sucessão de Jatene.

“Se o governo cair no meu colo, serei candidato a governador”, disse ao site Jeso Carneiro, reforçando que essa engenharia política não depende dele, mas sim dos aliados.

Raio X – – – – – – – –

Nome
Marcio Desiderio Teixeira Miranda

Idade
60 anos

Naturalidade
Pavão /MG

Profissão
Médico

Partido
DEM

Carreira política
Em 2014, foi o deputado estadual mais votado no Pará, com mais de 82 mil votos, uma votação expressiva que lhe permitiria, inclusive, uma vaga na Câmara Federal. O seu primeiro mandato, em 2002, veio com 23.996 votos. Em 2006, foi reeleito, com 60.390 votos, sendo o mais votado nas cidades do interior – recebeu votos em 134 municípios. Já em 2010, sua popularidade cresceu, conseguindo mais de 67.530 votos, obtendo a preferência na maioria das localidades interioranas e ocupando a segunda colocação geral entre os eleitos.

Leia também
Vice de Juruti rompe com prefeito, e o denuncia por corrupção no MP

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

13 Comentários em: “Se o governo cair no meu colo, serei candidato a governador do Pará“

  • Quem institui e comanda é Deus, tudo que Deus quer para o Estado é bom, seja feita a vontade do Senhor . Com certeza O Deputado Marcio Miranda é uma grande Benção preparada para governar nossa terra. Que Deus continue dando sabedoria e muito sucesso em seus atos , para que a população possa sempre dar glórias a Deus🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻

  • Esse tem condições éticas e morais para assumir é concorrer à cadeira de governador do estado.

  • E bom lembrar que marcio Miranda, já foi candidato a prefeito de castanhal, e perdei feio.

  • PRÓXIMO GOVERNADOR SERÁ HELDER BARBALHO, CHEGA DE TUCANAHAS E DEMONÍACOS NO PARAZINHO.

    • É isso aí! Eleger um cara da família mais bandida do estado, um bando de ladrão e incompetentes. Sujos até a alma. Acabou pro barbalinho. lava jato nesses vagabundos e ladrões! !! Barbalho nunca! Jamais.

  • Se for pra não fazer nada como o Simão, sugiro a ele que feche logo todas as delegacias de Polícia, escolas públicas, corpo de bombeiros, Polícia Militar, etc., aliás, sugiro a ele que leve logo esses serviços públicos pra dentro dos condominios dos ricaços e pras mansões dos políticos que somente eles dispõem desses serviços atualmente além de um excelente Plano de Saúde e altos salários e mordomias por conta do povo esquecido, ou não é???

  • Se for pra não fazer nada como o Simão, sugiro a ele que feche logo todas as delegacias de Polícia, escolas públicas, corpo de bombeiros, Polícia Militar, etc., aliás, sugiro a ele que leve logo esses serviços públicos pra dentro dos condominios dos ricaços e pras mansões dos políticos que somente eles dispõem desses serviços atualmente além de um…

  • Se ele for fazer a mesma política do Simão que deixou os serviços públicos falidos, não vai adiantar nada, que vá para o Senado.

  • ELZA FIQUEI PREOCUPADO QUE FALASTE IGUAL AO REGINALDO CAMPOA!CHO SATANAS!!!!

  • Meu voto é NÃO!!!!! NULO jamais votarei em políticos podres desse Brasil!!!!!

  • Sinceramente não olho mais para o Marcio Miranda como deputado estadual, ou presidente da ALEPA, mas olho para ele como Governador, ele está com postura de Governador, fala como Governador, tem Simão Jatene como pilar, e tem inumeros prefeitos que o apoiam. E mais, é fcha limpa, ao contrario do cancer da politica paraense.. os ROUBALHOS. Salve Marcio Miranda, Governador do Estado do Pará a partir de 1° de janeiro de 2019.

  • Ele pode ser honesto, competente, e pode ser ético mas isso não dará a ele experiência de governar um estado como a administração enorme cheio de complexidade onde não é nada comparado Assembleia Legislativa com o Segundo maior Estado do Brasil, tem que se pensar em nomes de quem ja se tem experiência na administração pública. O estado sofre com o congelamento do salário dos servidores, somente uma sensação de segurança e a violência crescendo a cada dia sem alternativas de escolhas reais para a juventude no que diz respeito a curso profissionalizantes, educação com dignidade e professores satisfeitos etc: na minha humilde opinião ainda é muito cedo pra se levantar qualquer ipotese de candidato pois isso podera ser um tiro no pé do atual governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *