“Se o PSDB continuar como está, nem vai para o segundo turno”, diz Arthur Virgílio, arthur virgílio

Arthur Virgílio Neto, prefeito reeleito de Manaus

Um estranho no atual ninho tucano, que defende a união homossexual, a privatização de todas as empresas estatais e a liberação da maconha.

É assim que Arthur Virgílio Neto, de 72 anos, ex-senador e prefeito de Manaus, tem tentado se diferenciar internamente para ser o nome do PSDB à presidência da República na eleição de 2018.

Com a carreira política na região Norte do país, Virgílio Neto sabe das dificuldades para quebrar um ciclo que foca principalmente as lideranças do Sudeste. Desde a sua criação, o PSDB só apresentou concorrentes ao Planalto que têm como sua base São Paulo ou Minas Gerais.

Para tentar obter êxito, o manauara já escolheu seu primeiro alvo interno: João Doria Junior, o prefeito de São Paulo.

“Se a gente olhar bem, com frieza, estranho é o Dória querer ser presidente. Ele não consegue governar São Paulo. Não senta para governar a cidade”.

Pergunta. Por que lançou o seu nome como pré-candidato do PSDB à presidência?

Resposta. Eu queria entender porque o João Dória lançou o dele. Eu tenho 20 anos de parlamento, entre senador e deputado, sempre em posição de liderança, três anos dirigindo meu partido, oito anos liderando a oposição ao presidente Lula. Sempre de maneira dura, mas consciente. Votei 79% das vezes com ele, quando mandou matérias naturais ou boas para o país. Naquelas que não eram, partíamos por enfrentá-lo, que acabava conosco o derrotando ou, em boa parte das vezes, sendo derrotados por uma margem pequena de votos. Fui ministro da Secretaria-Geral da Presidência no Governo Fernando Henrique, fui duas vezes líder do Governo. Se a gente olhar bem, com frieza, estranho é o Dória querer ser presidente. Ele não consegue governar São Paulo. Não senta para governar a cidade. Outro dia ele esteve em Manaus para falar sobre gestão. Meu Deus!

Neste link, a íntegra da entrevista concedida ao El País.

Leia também:
Por 5 votos a 1, TRE do Pará absolve Helder de crime eleitoral em 2014

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

4 Comentários em: “Se o PSDB continuar como está, nem vai para o segundo turno”, diz Arthur Virgílio

  • O PSDB É CARTA FORA DO BARALHO EM 2018, GRAÇAS AO SEU BRILHANTE E HONESTO PRESIDENTE AÉCIO NEVES.

  • Não deveria nem concorrer a Presidência se esse Partido de pilantras tivesse um pouco de vergonha!!! Já deu!!! Aécio Neves iniciou o GOLPE contra Dilma e acabou se destruindo com tanta patifaria …e vai pagar ainda pelos roubos praticados….quem viver verá!!!!

  • Lula, Dilma, Renam, Temer, Aecio e mais uns 300 politicos deveriam ter as cabeças expostas separadas do pescoço.

  • O PSDB é um partido de elite e odeia pobre. Foi feito um acorde de pilantragem e as gestões de Fernando Henrique Cardoso não foram investigadas. A pergunta que não quer calar é: qual o motivo disso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *