O PSDB venceu as eleições deste ano em 28 das 92 cidades do país com mais de 200 mil eleitores

Tucanos vão governar 24% da população brasileira, índice recorde desde 2000Vitória de Dória em São Paulo, a mais graúda dos tucanos na eleição deste ano

A eleição de 2016 transformou o PSDB no partido com a maior população governada no país neste século. A informação é da Folha de S. Paulo.

Com vitória em 28 das 92 cidades do país com mais de 200 mil eleitores, prefeitos tucanos vão administrar municípios que somam 23,7% da população brasileira — o cálculo não inclui o Distrito Federal, onde não há eleição para prefeito.

Leia também – Não quer calar. Von, o único tucano graúdo que foi derrotado. Por quê?.

É o maior índice para um partido em eleições municipais desde 2000.

Além de São Paulo, onde elegeu João Doria no primeiro turno, os tucanos venceram também em outras 2 das 10 cidades mais populosas do país: Manaus e Porto Alegre.

O PSDB terá no total 803 prefeitos. Em números absolutos de prefeituras, no entanto, permanece atrás do PMDB, que venceu em mais de mil municípios.

Leia mais em PSDB vai governar 24% da população brasileira, índice recorde desde 2000.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

5 Comentários em: Tucanos vão governar 24% da população brasileira, índice recorde desde 2000

  • Quem escolhe Regina para secretária, não pode esperar outra coisa senão derrota mesmo, já que esta além de incompetente, ainda tratava mal servidores da Secretaria e usuários.Com a palavra servidores da secretaria de finanças.

  • Corja de corruptos instalada em todos os Estados!!!!

  • É triste mais é verdade o PT está somente com o pescoço de fora, porém ele fez por onde igual o prefeito de Santarém pagaram com mesma moeda pelos seus erros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *