Vistoria aprova jogos do Parazão no estádio Colosso do Tapajós
Colosso do Tapajós, administrado pela prefeitura

A Comissão Estadual de Vistoria de Estádios autorizou, nesta sexta-feira (24), a realização de jogos do Campeonato Paraense de Futebol no Colosso do Tapajós, em Santarém. O estádio é administrado pelo Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), ligado à Secretaria Municipal de Cultura (SemC).

O presidente da comissão e diretor de Segurança da Federação Paraense de Futebol (FPF), coronel Cláudio Santos, anunciou o laudo ao coordenador do NEL, José Maria Lira.

 

A conclusão da vistoria resultou de visitas das equipes a diversos setores, desde a segurança, engenharia e vigilância sanitária, que solicitaram pequenos ajustes, os foram feitos a tempo pelo NEL, cumprindo determinação do prefeito Nélio Aguiar.

O presidente da comissão orientou ainda a administração do estádio sobre a distribuição das cabines de rádio e TV, inclusive para a empresa contratada pela FPF para a transmissão oficial dos jogos realizados em Santarém.

Cláudio Santos ressaltou ainda a superioridade das condições do Colosso do Tapajós em relação a outros estádios paraenses.

Capacidade do estádio

De acordo com José Maria Lira, a aprovação do estádio para os jogos do Parazão é fruto do esforço concentrado de equipes do NEL, que se dedicaram, nos últimos meses, para cumprir as exigências do Estatuto do Torcedor para obter a renovação da licença anual do espaço.

“O mais importante é garantir que, embora Santarém esteja com apenas um representante no Parazão, o torcedor santareno vai poder acompanhar de perto os jogos do Tapajós”, ressaltou o número 1 da NEL.

A capacidade de público depende ainda de parecer da comissão responsável do Ministério Público Pará. Atualmente, o Colosso do Tapajós pode receber 8.500 torcedores.

 

O secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano e Obras do Pará (Sedop), Arnaldo Dopazo, também esteve no Colosso do Tapajós nesta sexta-feira para verificar os ajustes que precisam ser feitos ao projeto original, seguindo orientação do governador Helder Barbalho para a conclusão das obras, paralisadas desde agosto de 2018.

Durante a visita, Dopazo ressaltou a adequação ou construção de espaços agora exigidos para jogos oficiais, como vestiários de arbitragem feminino e para gandulas, além da sala para o árbitro assistente de vídeo.

A partir do levantamento realizado hoje, a equipe da Sedop vai verificar o que pode ser aproveitado no espaço existente e o que será construído na área ainda em obras.

Com informações da Prefeitura de Santarém

— LEIA também: Capivara é resgatada em Ponta de Pedras pela Semma e entregue a zoológico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *