Liberado pela Justiça de Uruará, Jandex Neves (foto) não mais faz parte da relação dos 140 presos provisórios da penitenciária agrícola de Cucurunã, em Santarém.

Ele foi solto na sexta-feira (dia  23).

Leia também:
Preso o gerente da Garantia.
Susipe solta empresário com prisão decretada.

Acusado de estelionato, Jandex é acusado de participar de uma quadrilha comandada pelo empresário Washington Luiz Canté Lima que aplicava golpes em diversas cidades na região, entre as quais Santarém e Uruará, através de uma empresa de vendas de carros, a Garantia Veículos, já fechada.

Canté está foragido, assim como a esposa dele, Michele Lima, e Joab Serique Cota, ex-funcionário do Itaú em Santarém.

Jandex teve a sua prisão relaxada por ordem da Justiça de Uruará. Era até então o único integrante da suposta quadrilha que estava preso. Ele responderá o processo em liberdade.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Caso Garantia: Justiça libera único acusado que estava preso em Cucurunã

  • Jandex Pedro Bizerra da Silva e Washington Canté da Silva começaram a ser investigados pela polícia em 2008 quando surgiram as primeiras denúncias contra sua empresa. As vítimas disseram à polícia e ao Ministério Público que Pedro Bizerra da Siva Washington “Cante” incluía os nomes de pessoas em financiamentos que elas jamais haviam feito. Por conta dessas denúncias, no início de 2009, a Justiça de Santarém expediu um mandado de busca e apreensão na residência de “Cante”, o que foi cumprido pela Polícia Civil e pelo Ministério Público Estadual (MPE), no dia 11 de março daquele ano
    Vejo agora que a justiça está cega mesma pois estas pessoas são perigosas é estão solta uma foi pro engalo a outra inda não se sabe porque a unica coisa que sabemos é que os criminosos é que estão no poder estão espalhado em vários orgão da justiça
    Hoje em santarém temos um secretário que responde processo na Justiça Federal e na Estadual eirta terra sem lei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *