Falso advogado é preso em Santarém; ele também se passava por policial, Falso advogado - Eurivan Vieira de Sousa

Eurivan Sousa agia como advogado, policial, entre outras profissões

A Polícia Civil do Pará em Santarém prendeu na tarde de hoje, 18, Eurivan Vieira de Sousa, 34 anos, que aplicava golpes, principalmente estelionato, na região oeste do Pará.

Entre outras profissões, ele se identificava como advogado.

Também foi encontrado com ele uma carteira de policial civil do Amazonas.

Uma de suas vítimas foi Waneida Lima Pinto, residente em Curuá.

Eurivan teria cobrado, depois de se apresentar a Waneida como advogado,  R$ 3,5 mil para que ele pudesse tirar o marido dela da prisão.

Depois passou a cobrar R$ 5.050,00 pelo serviço, pois precisaria repassar parte do dinheiro para um juiz e também a um promotor de Santarém.

Ela depositou o valor combinado na conta corrente da Caixa Econômica Federal do “advogado”. Mas depois do pagamento, Erivan não atendeu mais o celular, e nem respondeu as mensagens.

Decidiu, então, fazer um BO (Boletim de Ocorrência), em março deste ano,  na delegacia de polícia na cidade de Curuá, oeste do Pará.

Hoje, a polícia conseguiu capturar o acusado.

Ele será enquadrado em pelo menos 3 crimes:
— Exercício ilegal da profissão;
— Falsa identidade e,
— Estelionato.

Leia também:
Polícia deflagra operação “Festa de Arromba” em Óbidos e Santarém

  • 350
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Falso advogado é preso em Santarém; ele também se passava por policial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *