CNJ suspende ponto facultativo às sextas-feiras decretado pelo TJ do Pará

O ponto facultativo às sextas-feiras de todo o mês de julho decretado pelo TJ (Tribunal de Justiça) do Pará em todo o estado está suspenso por decisão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

A suspensão da portaria foi decidida hoje, 5, pelo conselheiro Emmanoel Campelo.

Leia também – Práticas abusivas.

“Não há razão legal para que o Tribunal de Justiça [do Pará] declare ponto facultativo nas sextas-feiras do mês julho, ocasionando transtorno aos jurisdicionados e limitando indevidamente o acesso à Justiça”, criticou Campelo em sua decisão.

O pedido de suspensão da folga às sextas foi protocolado no CNJ pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Pará.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

8 Comentários em: CNJ suspende ponto facultativo às sextas-feiras decretado pelo TJ do Pará

  • Indecente, desrespeitosa, cínica e malandramente decretada pelo TJE, esta portaria do ponto facultativo às sextas no mês de julho no Pará, mostra muito bem a realidade vivenciada pela população quando se trata de acesso à Justiça. Não bastam dois meses de férias, recesso no final de ano, tem ainda que querer impor mais esta ‘mamatinha’ no mês de julho para beneficiar uns poucos que precisam se deslocar para Salinas nos finais de semana. Parabéns à OAB, ao CNJ e ao conselheiro Emanoel Campelo por tão acertada decisão. Agora cabe fiscalizar se os nobres magistrados irão cumprir expediente nestes dias.

  • Essa”justiça” paraense precisa ser passada a limpo o mais rápido possível. Temos que exigir mudanças, como eleições para juízes, promotores e desembargadores e no STF.

  • Não vai dar em nada, a mamata continua, Desembargadores e Juízes vão estar curtindo as praias Pará a fora, sobra para os servidores com vão continuar sendo as mulas. Vergonha essa justiça paraense, deixa essas pragas curtirem suas mansões em Salinas. Ou melhor, deixa nada, vamos filmar as mordomias e denunciar. Parabéns Jeso e Celivaldo.

  • Vejo que o Pedro Costa conhece mesmo como funciona a sacanagem promovida pelos Juízes do tribunal mais vergonhoso do país ao afirmar que “Não vai dar em nada, a mamata continua, Desembargadores e Juízes vão estar curtindo as praias Pará a fora, sobra para os servidores com vão continuar sendo as mulas. Vergonha essa justiça paraense, deixa essas pragas curtirem suas mansões em Salinas. Ou melhor, deixa nada, vamos filmar as mordomias e denunciar.”

  • Celivaldo sempre cirúrgico, parabéns!

  • Enquanto isso, com o reajuste concedido ao Supremo, haverá reajuste para os desembargadores e juízes, graças a uma lei estadual de constitucionalidade duvidosa, que determina que os vencimentos deles sejam reajustados se, quando e na mesma percentagem dos reajustes dos Ministros do Supremo. Enquanto isso o Presidente do TJPA alega não haver dinheiro para reajustar, ainda que abaixo da inflação, os vencimentos defasados dos servidores.
    A sociedade paraense precisa reagir a esta vergonha. Infelizmente parece haver um pacto na mediocridade entre os poderes nesse Estado. E o Ministério Público porque não faz nada?

  • PEDRO TENS RAZÃO, MAS A PERGUNTA QUE TE FAÇO A VOCÊ E AO AMIGO JESO CARNEIRO?? SERÁ QUE A MADEIREIRA MADESA DO LUIZ DA MADESA FOI RETIRADA DE DENTRO DO CORTA CORDA??? DUVIDO??? POIS TEM ACORDO COM AGRONOMOS DO INCRA VIA ZÉ GERALDO E REPRESENTANTES DO PSOL????? E O IBAMA ASSINA EMBAIXO??? CADE O IMPLACÁVEL MPF JESO CARNEIRO??? PEÇA A ELES DAREM RESPOSTA AO POVO DO OESTE DO PARÁ???? VAMOS VER A FORÇA DE SUA PUBLICIDADE???? AGUARDAREMOS RESPOSTA, EU E TODO POVO DO OESTE DO PARÁ… OBRIGADA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *