Começaram as obras da reforma do hospital de Mojuí

Jailson Alves: contrapartida do município

Iniciadas as obras de ampliação e reforma do hospital municipal de Mojuí dos Campos, com conclusão prevista para junho do próximo ano.

O hospital foi construído há 11 anos, na gestão do governador Almir Gabriel, mas nunca funcionou, ainda que tenha sido entregue à Prefeitura de Santarém todo equipado.

Leia também:
Licitação de R$ 2 milhões para vicinais em Mojuí.

A ampliação e reforma estão orçadas em cerca de R$ 1,8 milhão.

90% dos recursos são do governo estadual. O restante é contrapartida do município, segundo informou ao blog o prefeito de Mojuí, Jailson Alves (PSDB).

A empresa responsável pelo serviço é ACA (Amazônia Construções e Avaliações).

O hospital, de pequeno porte, terá 20 leitos.

“Com ele em pleno funcionamento, vamos desafogar o encaminhamento de nossos pacientes para os hospitais de Santarém e Belterra. Daí a sua importância”, frisou o prefeito.

Ele lembra que o Governo do Pará deve, por cerca de dois anos, ficar responsável pela gestão do hospital, para depois repassá-lo ao município.

TRE confirma sentença em favor de político do PSDB

Decreto - JustiçaO MPE (Ministério Público Eleitoral) não se deu bem com o recurso ajuizado no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará contra a decisão em 1ª instância que absolveu o vereador Manuel do Saturno (Manuel de Sousa Nogueira) da acusação de crimes eleitorais na eleição de 2012.

Em decisão monocrática, a juíza Ezilda Mutran disse “não” ao recurso, “face à intempestividade manifesta” dele.

Leia também:
Vereador do PSDB é encontrado morto em Altamira.

Eleito pelo PSDB, Manuel Saturno fora acusado de captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico na primeira eleição municipal realizada em Mojuí dos Campos.

Obteve à época 315 votos.

A decisão de Ezilda Mutran é definitiva, pois transitou em julgado na sexta-feira (20).

Licitação de R$ 2 milhões para vicinais em Mojuí

Foi a empresa itaitubense Tapajós Construtora e Terraplenagem e Transporte que venceu a milionária licitação (concorrência) para serviços de recuperação e abertura de vicinais que dão acesso a projetos de assentamento em Mojuí dos Campos.

O serviço está orçado em R$ 2,1 milhões – recursos do Incra e contrapartida do município comandado pelo tucano Jaílson Costa.

Leia também:
Incra assina convênio de R$ 2 milhões com Mojuí.

Ministério da Saúde penaliza 16 cidades do Pará

Jailson Alves16 municípios do Pará, entre os quais Mojuí dos Campos, no oeste paraense, acabam de ser penalizados pelo Ministério da Saúde com a suspensão da transferência de recursos financeiros para a vigilância sanitária.

No Leia Mais, abaixo, veja a lista dos 16.

A penalidade deve-se ao fato dos municípios não terem incluído o serviço de vigilância sanitária no SCNES (Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde).

E mais: não alimentaram regularmente o SIA/SUS (Sistema de Informação Ambulatorial).

Caçula dos municípios do Pará, Mojuí dos Campos tem como prefeito Jailson Alves (PSDB – foto).

As verbas suspensas para os 16 municípios serão referentes aos meses de maio e agosto deste ano.

Leia também:
1924, a saúde em Santarém.

(mais…)

Licitações de Mojuí têm digitais cipoalenses

Jailson AlvesO blog detectou as digitais do deputado federal multiprocessado Lira Maia (DEM) nas licitações promovidas pela Prefeitura de Mojuí dos Campos.

Lá, como cá em Santarém, é um tucano com DNA cipoalense que comanda o município: Jailson Alves (foto).

O modus operandi dos processos licitatórios de  lá e cá são similares.

Alguns personagens da velha crônica judicial-licitatória de cá estão atuando lá no Planalto Santareno em nome do chefe da famiglia cipoalense.

Pior: sob o olhar cúmplice e desavergonhado do prefeito Jailson Alves.

Nos próximos dias, o blog irá revelar como funciona e quais os principais atores envolvidos nessa esquema.

Leia também:
Juruti também licita empresa inidônea.

Rodovia de Mojuí turbina escoamento de grãos

Agência Pará

O oeste do Pará, especialmente Mojuí dos Campos, tem acompanhado de perto os benefícios de uma das obras de infraestrutura do Governo do Pará no Baixo Amazonas. O asfaltamento dos 10 quilômetros da Rodovia PA-431, inaugurada em março de 2013, trouxe desenvolvimento e segurança à trafegabilidade da área.

Leia também:
Mais 110 médicos cubanos chegaram ao Pará.

A rodovia faz parte de um anel viário que corta Mojuí dos Campos e interliga duas importantes rodovias, a BR-163 – conhecida como Santarém-Cuiabá –, e a PA-370 (a partir da comunidade Santa Rosa), que liga Santarém à comunidade Curuá-Una, um trecho estratégico para o escoamento de grãos na região.

O oeste do Pará, especialmente o município de Mojuí dos Campos, tem acompanhado de perto os benefícios de uma das obras de infraestrutura do Governo do Pará no Baixo Amazonas. O asfaltamento dos dez quilômetros da Rodovia PA-431, inaugurada em março de 20PA-431, benefícios econômicos para a região. Foto: Thiago Araújo/AG. PA

Com aporte financeiro de R$ 5.661.179,58, a obra coordenada pela Secretaria de Estado de Transporte (Setran) consistiu em recuperar a sub-base e a base da PA com construção de drenagem e aplicação de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), a técnica de asfaltamento mais usada na atualidade.

Além disso, também foi feito um moderno serviço de sinalização gráfica em toda a extensão da rodovia, com placas verticais, inscrições na pista, tachas refletivas bidirecionais e pórticos metálicos indicativos de comunidades localizadas ao longo da rodovia.

Leia mais em Asfaltamento da PA-431 leva desenvolvimento ao Oeste do Estado.

Incra assina convênio de R$ 2 milhões com Mojuí

O prefeito de Mojuí dos Campos, Jailson Alves (PSDB), assinou convênio com o Incra, para recuperação das estradas vicinais do caçula dos municípios do Pará.

Valor total: R$ 2.196.286,72.

Mojuí entrará com contrapartida de cerca de R$ 110 mil.

Leia também:
Governo vai liberar R$ 443 mil para Mojuí.

Governo vai liberar R$ 443 mil para Mojuí

Jailson AlvesO governo Dilma Rousseff, via Ministério das Cidades, e a Prefeitura de Mojuí dos Campos assinaram contrato na ordem de R$ 452 mil para pavimentação asfáltica de várias ruas do mais novo município do Pará.

A parte que cabe ao governo federal é de R$ 443 mil, com contrapartida de Mojuí no montante de cerca de R$ 9 mil.

Esse contrato vigora até setembro de 2015.

A Caixa Econômica Federal é quem repassará a verba para o prefeito Jailson Alves (PSDB – foto).

Leia também:
Ação contra prefeito “empaca” na Justiça.
Incra doa veículos para 7 municípios
.

Ação contra prefeito “empaca” na Justiça

Jailson AlvesA única AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) ajuizada contra o prefeito eleito de Mojuí dos Campos, Jailson Costa (PSDB – foto), tramita no ritmo que todo político adora: devagar-quase-parando.

O relógio do tempo já badalou 1 ano e 2 meses, e até agora nada da 20ª ZE (Zona Eleitoral) encerrar as investigações.

Jailson Costa, eleito com 68% dos votos válidos, é acusado de “captação ilícita de sufrágio” (compra de votos).

Leia também:
PSB flerta com DEM.

Mojuí é o mais novo associado da Famep

Caçula dos municípios paraenses, o de número 144, Mojuí dos Campos é o mais novo filiado da Famep, a federação das associações de municípios do Pará.

Mojuí tem como prefeito o ex-vereador santareno Jaílson Costa (PSDB).

A Famep congrega 6 associações e 2 consórcios municipais. Atualmente é presidida por Helder Barbalho (PMDB), ex-prefeito de Ananindeua.

Leia também:
Governo libera verba para poços em Mojuí.

Página 1 de 812345...Última »
css.php