Blog do Jeso

PP

“O coveiro do Estado do Carajás virou patrão de Giovanni Queiroz”

Osmando Figueiredo, que assume o PP amanhã, critica o recém-empossado secretário estadual de Agricultura

O coveiro do Estado do Carajás virou patrão de Giovanni Queiroz

O advogado Osmando Figueiredo [foto], 57 anos, está de volta à cena política.

Amanhã, 20, em ato no plenário da Câmara de Vereadores de Santarém, a partir das 11h, com a presença do presidente estadual do PP, deputado federal Beto Salame, ele assina a ficha de filiação do partido. E vai presidi-lo em Santarém.

Por mais de uma década Osmando presidiu o PDT, do qual seu nome esteve intimamente associado até deixar a sigla brizolista por divergências com o presidente estadual Giovanni Queiroz, recém-empossado secretário estadual de Agricultura e Pesca.

Osmando falou ao Blog do Jeso nesta semana. E, no seu velho estilo, não fugiu às perguntas e não poupou críticas a quem ele considera como responsável por desfigurar a história do PDT no Pará – Giovanni Queiroz.

– Não sei como vai ser explicado no sul do Pará que o homem [Simão Jatene] que o Giovanni dizia que era o coveiro dos sonhos daquele povo [a criação do Estado do Carajás] agora é o seu patrão -, atacou.

A seguir, a entrevista do advogado:

Blog do Jeso: O senhor volta a dirigir um partido, o PP, depois de comandar o PDT por mais de uma década. Desencantou com a esquerda?

Osmando Figueiredo: Fui da fundação do PDT. Dei minha juventude a esse partido. Em Santarém, sob o meu comando, o PDT elegeu em 1996 uma bancada com 3 Vereadores e o vice-prefeito. Fomos protagonistas de grandes projetos e do desenvolvimentos de Santarém. Ao nos aliarmos a um projeto, nele acreditávamos pelos seus princípios e ideias.

Ler mais

  • 6
  •  
  • 1
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    8
    Shares

Ex-PDT, advogado assumirá o comando do PP em Santarém no domingo

O presidente do PP no Pará, deputado federal Beto Salame, irá abonar a filiação do advogado Osmando Figueiredo

Osmando e Beto Salame - PP em SantarémOsmando Figueredo volta a comandar um partido em Santarém

 
Advogado e ex-presidente do PDT em Santarém, Osmando Figueiredo assume a partir de domingo, 22, o comando local e regional/oeste do Pará do PP.

O presidente da legenda no Pará, deputado federal Beto Salame, estará pessoalmente em Santarém para abonar a ficha de filiação do novo progressista, em ato público a ser realizado no plenário da Câmara de Vereadores.

O PP foi o partido com o pior desempenho nas eleições do ano passado no município.

A dupla Igor Ricardo e Lúcia Colares é que estava no comando da sigla.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os 10 partidos com os piores desempenho na eleição em Santarém

O PP, que elegeu dois vereadores em 2012, encabeça o top 10. O 2º pior desempenho foi do PCdoB

Os 10 partidos com os piores desempenho na eleição em Santarém, Partidos do Brasil

O PP foi o partido com o pior desempenho em Santarém, terceiro maior colégio eleitoral do Pará, nas eleições municipais de 2016. Em 2012, a sigla elegeu dois vereadores.

Confira o top 10, abaixo.

30 partidos, dos 35 existentes no país, participaram do pleito no município.

Leia também
PP estadual vai mudar a cúpula do partido em Santarém

Foi levado em consideração os votos que a legenda recebeu, a somatória dos votos dos candidatos a vereador e o percentual obtido pelo partido em relação ao total de votos válidos computados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para o cargo.

Entre os 10 piores, apenas aparece o PRP, que conseguiu elege um vereador (Alaércio Cardoso), graças a coligação da qual fez parte.

1. PPPartido Progressista
Votos de legenda: 301
Votos nominais: 171
Percentual de votos: 0,27%

2. PCdoB – Partido Comunista do Brasil
Votos de legenda: 14
Votos nominais: 627
Percentual de votos: 0,37%
Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

PP estadual vai mudar a cúpula do partido em Santarém

Na eleição de 2016, a sigla lançou um único candidato a vereador, que não conseguiu nem 180 votos
PP estadual vai mudar cúpula do partido em Santarém, DEPUTADO BETO SALAME

Em pleno curso em Santarém uma movimentação no sentido de mudar, ainda neste mês, a direção do PP.

O partido, cujo desempenho na eleição de outubro passado foi ‘medíocre’, conforme avaliação do comando estadual, estava nas mãos da dupla Lúcia Colares e Igor Ricardo.

A mudança tem as digitais de Beto Salame, deputado federal e nº 1 da sigla no Pará.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Frase do dia

Frase do dia, de Fernando Morais

aspasO senhor está diante do privilégio de escolher se vai entrar para a história pela porta da frente ou pela dos fundos”

Fernando Morais, escritor, em apelo ao presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP), para que o parlamentar “anule a vergonhosa votação do dia 17 de abril”, que aprovou o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deputado paraense perde o PP por não votar a favor do impeachment

Deputado do Pará perde a presidência do PP por não votar a favor do impeachmentBeto Salame, o 2º a esquerda, quando assumiu em Brasília a presidência do PP no Pará

Menos de 24 horas após o fim da votação da Câmara que aprovou a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o PP começou a punir os parlamentares que se posicionaram contra a orientação do partido de votar pelo afastamento da petista. A informação é do site Brasil247.

A degola começou pelo Pará, onde o deputado federal Beto Salame foi defenestrado da presidência estadual da legenda.

Leia também – O voto sim destoante do barbalhismo cravado pelo deputado Priante.

Beto Salame filou-se ao PP recentemente, oriundo do PROS. [Na votação de ontem, ele optou pela abstenção].

Ele havia assumido a presidência estadual do PP em março. O presidente nacional da legenda, senador Ciro Nogueira (PI), diz que o deputado já havia sido alertado que o partido havia fechado questão em torno do assunto e que ele poderia ser punido caso fosse de encontro à decisão partidária.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Novo grupo político de oposição em Belterra já tem 4 partidos

Nasce um novo grupo político de oposição em Belterra

Mudança de comando no PP em Belterra.

O bacharel em Direito e empresário advogado Rubiney de Miranda Braga [foto], 42 anos, assumiu a presidência do partido no município com a saída de Jonas Palheta, que agora preside o PSD.

Leia também – TSE modifica sentença do TRE, e absolve prefeita de Belterra acusada de crime eleitoral.

Braga do Povo, como também é conhecido, era o número 1 do Pros. No ano passado, ele recebeu da Câmara de Vereadores o título de Cidadão Belterrense.

Por que a decisão de deixar o Pros e assumir o comando do PP?

Para ampliar nosso grupo político, que hoje soma quatro partidos – Pros, PP, PDT e PPL.

Esse grupo vai lançar candidatura a prefeito?

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

PP vai apoiar candidatura a prefeito do delegado Luís Paixão, do Pros

PP vai apoiar candidatura a prefeito do delegado Luís Paixão, do ProsLuís Paixão e Lúcia Colares, juntos na eleição

É uma mulher a nova número 1 do PP em Santarém.

E mais: o partido definiu apoio à pré-candidatura a prefeito do Pros, o delegado da Polícia Civil Luís Paixão.

Leia também – Ex-vereador do PDT, Bruno Pará se filia ao PT para voltar à Câmara.

Lúcia Colares, ativista comunitária no bairro do Mapiri, assumiu o comando da comissão provisória do PP no município. Ela assume o cargo com a aval do deputado federal Beto Salame.

Salame, junto com o irmão-prefeito de Marabá, João, e o ministro dos Portos, Helder Barbalho, foram os que articularam a deposição de Gerson Peres do comando do PP no Pará no início de março passado.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

PSD libera bancada na Câmara dos Deputados na votação do impeachment de Dilma

Gilberto kassab

A um dia da reunião do diretório nacional do PMDB que deve aprovar o rompimento do partido com o governo Dilma, outras legendas do chamado “centrão” da base aliada começaram a dar sinais mais fortes de que também poderão desembarcar em breve.

À frente dos Ministério das Cidades, o PSD decidiu liberar seus 31 deputados para votar como quiserem em relação ao impeachment na Câmara.

O PP, que comanda o Ministério da Integração, já cogita também liberar oficialmente sua bancada, a terceira maior da Casa, com 49 parlamentares.

Leia também – Carta para Vossa Santidade Papa Francisco.

No PSD, a liberação teve anuência do ministro das Cidades e presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab [foto].

Apesar de a notícia ter vindo à tona somente hoje, deputados afirmam que o líder do partido na Câmara, Rogério Rosso (DF), já tinha anunciado a liberação desde antes de se tornar presidente da comissão do impeachment.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pré-candidatura a prefeito em Terra Santa naufraga com a saída de Gerson Peres do PP

Gerson Peres e Natanael Oliveira: PPGerson Peres e Natinho, planos por água abaixo sem o PP

Natanael Oliveira é carta fora do baralho da disputa eleitoral deste ano para Prefeitura de Terra Santa.

Filiado ao PP, o ex-secretário municipal de Meio Ambiente ficou sem ambiente no partido desde que Gérson Peres foi deposto da presidência da sigla no Pará pelos irmãos Salame.

Leia também – Definido o relator do recurso contra reprovação de contas da primeira-dama de Terra Santa.

Natinho, como é mais conhecido, é fiel escudeiro de Peres, mas não deve, pelo menos por enquanto, imitá-lo filiando-se ao PSDB, controlado em Terra Santa pelo ex-prefeito inelegível Carlinhos Bentes.

Sem Natinho, o número de pré-candidatos ao cargo de prefeito agora são 4:

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Videos
Canal direto
Canal Diteto
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade