Blog do Jeso


PT

Parlamentar do PT deixa a base do governo na Câmara em Rurópolis

Parlamentar do PT deixa a base do governo na Câmara em Rurópolis, Camara de Rurópolis e o vereador FurtadoPrédio da Câmara de Rurpólis, onde Marcos Furtado anunciou a sua saída do governo

 
Até o momento, o secretário de Educação de Rurópolis, Valmir Matos, ainda não entregou oficialmente o seu pedido de exoneração ao prefeito Taká Padilha (PMDB).

De manhã, na Câmara de Vereadores, Matos anunciou a sua saída do governo.

Quem fez diferente foi o vereador Marcos Furtado (PT).

O petista não só anunciou como oficializou, em documento assinado e entregue ao presidente da Câmara, Anderson do Posto (PP), que estava deixando a base governista na Casa.

DIVERGÊNCIAS

No Ler Mais, abaixo, confira a cópia do ofício.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Frase do dia

Frase do dia, de Lula da Silva

O golpe foi dado para colocar (no poder) um cidadão sem nenhuma legitimidade para acabar com as conquistas sociais do povo”

Lula, ex-presidente do Brasil, em discurso ontem, 15, na avenida Paulista, em SP, em ato público contra a reforma da Previdência Social.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Reforma da Previdência só depois de 2018: um olhar político sobre a PEC 287

Reforma da Previdência só depois de 2018: um olhar político sobre a PEC 287

por Airton Faleiro (*)

Na minha opinião, a PEC 287/2016, de proposição do atual governo federal, tem tudo para dar errado e não deve ser aprovada pelo Congresso.

Diferente de outras medidas polêmicas, já aprovadas no Congresso, sem grandes reações populares, como o congelamento dos investimentos públicos por vinte anos (PEC 241) e da abertura para exploração do petróleo do pré-sal pelo capital estrangeiro (Projeto de Lei 4567/16), a Previdência Social tem profundo apelo em todos os segmentos da classe trabalhadora brasileira e, portanto, terá reações massivas da sociedade em todo país, inibindo os congressistas em votarem em medidas tão antipopulares às véspera das eleições de 2018.

Os parlamentares federais terão que optar em ficar de bem com o presidente Temer ou com os eleitores que lhe observam.

Penso que esta proposta de reforma Previdenciária sofre dois grandes problemas: um de legitimidade política de quem a propõe e outro de natureza e conteúdos da proposição.

1 – Legitimidade – Em se tratando da legitimidade política, me arrisco a dizer que uma reforma de tamanho impacto social, proposta em meio de tão grande turbulência política, e por um presidente que chegou na função sem o voto popular, e com uma aprovação de seu governo de apenas 10%, não possui o respeito necessário para a construção de um pacto hegemônico para sua aprovação.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Abandonada e deteriorada: Casa de Apoio de Juruti em Manaus será reformada

O prefeito Henrique Costa esteve no final de semana vistoriando pessoalmente a Casa Dona Júlia

Abandonada e deteriorada: Casa de Apoio de Juruti em Manaus será reformada, casa de apoio em manausO imóvel foi comprado pela prefeitura em 2011. Hoje, está deteriorado e com inúmeras infiltrações

 
Pertencente ao patrimônio do município de Juruti, a Casa de Apoio Dona Júlia, em Manaus, encontra-se bastante deteriorada e sem condições mínimas de receber pacientes que buscam na capital amazonense tratamento de saúde de alta complexidade.

Essa situação foi constatada neste final de semana, pessoalmente, pelo recém-empossado prefeito Henrique Costa (PT).

Leia também
Juiz aceita denúncia e Isaías Batista vira réu em nova ação na Justiça Federal

“Daremos início a uma minuciosa reforma, para que a casa volte a funcionar a partir de maio, se Deus quiser”, disse em entrevista exclusiva ao Blog do Jeso.

O imóvel se encontra fechado desde outubro do ano passado, por decisão do ex-prefeito Marquinho Dolzane (PSD), logo depois da confirmação oficial da derrota dele nas urnas.

A casa foi aberta há 10 anos, no primeiro mandato de Henrique Costa (2005-2009). Era alugada.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Holofotes em 6 VIPs. Henrique, Marcelo, Faleiro, Tabajara, Alaércio e Pepa

Holofotes em 6 VIPs. Henrique, Marcelo, Faleiro, Tabajara, Alaércio e PepaEm cima, Henrique, Pepa e Dilma, e Marcelo. Embaixo, Tabajara, Alaércio e Faleiro

 

Henrique Costa

O prefeito de Juruti se encontra em Manaus avaliando, pessoalmente, as condições precárias (herança do ex-prefeito Marquinho Dolzane) em que se encontra a casa de apoio a pacientes do município que buscam tratamento de alta complexidade na capital do Amazonas. A casa está fechada desde outubro de 2016.

Marcelo Martins Jares

Engenheiro de produção, ele acaba de assumir o comando da Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) em Mojuí dos Campos, oeste do Pará, no lugar de Rildomar Colares. O servidor público chega ao cargo por articulação política do prefeito reeleito Jaílson Alves (PSDB).

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Site do PT é obrigado a retirar entrevista com críticas ao novo ministro do STF

Site do PT é obrigado a retirar entrevista com críticas ao novo ministro do STF, Matéria censurada

A Justiça determinou que o PT retire de seu site uma entrevista com críticas ao ministro Alexandre de Moraes, recém-nomeado por Michel Temer para o STF (Supremo Tribunal Federal). A informação é da Folha de São Paulo.

No texto, o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão, que exerceu o cargo no governo de Dilma Rousseff, dizia que a pasta, ocupada por Moraes antes de ser nomeado para o Supremo, era “muita areia pra caçambinha dele [Moraes]”.

Leia também
Prefeitura de Placas vai à Justiça para que IBGE faça recontagem da população

O texto, publicado quando Mores ainda estava no ministério, dizia ainda que “o atual ministro golpista da Justiça” tinha, na opinião de Aragão, “histórico de arbitrariedades” e “de conchavos com setores que são de alto risco para a sociedade, como a facção criminosa Primeiro Comando da Capital, o PCC”.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

TSE não tem elementos para tornar a ex-presidente Dilma Rousseff inelegível

TSE não tem elementos para tornar a ex-presidente Dilma Rousseff inelegível, Dilma em SantarémDilma na inauguração do residencial Salvação, em Santarém. Foto: arquivo

 
Coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, hoje, 8:

Ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) têm dado sinais de que os dados disponíveis até agora no processo que investiga abuso de poder pela chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer, em 2014, não obrigam a corte a declarar a inelegibilidade da ex-presidente.

Já a situação de Temer seria mais delicada.

Por esse raciocínio, basta a comprovação da existência de caixa dois em uma campanha para o eleito ser cassado do mandato que ocupa. Como Dilma já foi afastada, só Temer poderia sofrer a pena.

Daí a defesa que os apoiadores do presidente fazem de que as contas da campanha eram separadas e assim devem ser julgadas.

Ler mais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Frase do dia

Frase do dia, fernando pimentel

… por que o governo não senta com os Estados credores, principalmente os que são grandes exportadores, e já não começa esse processo?”

Fernando Pimentel, governador de Minas Gerais, sobre a decisão do STF determinando, até novembro deste ano, que a União compense os Estados, entres os quais o Pará, pelas perdas que tiveram com desonerações de ICMS das exportações previstas pela Lei Kandir. Em entrevista ao jornal Valor.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Plano B para presidente em 2018 do PT pode ser Ciro Gomes, do PDT

Plano B para presidente em 2018 do PT pode ser Ciro Gomes, do PDT, Ciro GomesCiro Gomes, filiado ao PDT

 
Coluna Painel, da Folha de S. Paulo, hoje, 20

Se a candidatura de Lula ao Planalto em 2018 se inviabilizar por conta da Lava Jato, já há quem defenda que o PT apoie Ciro Gomes (PDT) e coloque o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, na vice.

Um dos entusiastas da ideia é o governador Camilo Santana (CE).

Leia também
PSD deve lançar Helenilson Pontes para governador do Pará em 2018

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Videos
Canal direto
Canal Diteto
Twitter


Colunistas
Sites e blogs
Publicidade