Ufopa promove simpósio filosofia, ciência e educação transformadora, Iced da Ufopa

Prédio do ICED no campus Rondon, da Ufopa

O Programa de Educação, através dos acadêmicos da Turma de Pedagogia 2017, da Ufopa (Universidade Federal do Oeste do Pará) realizará a partir de amanhã, 22, o Simpósio de Filosofia, Educação e Ciência, que ocorrerá no campus Rondon, Instituto de Ciências da Educação (ICED), em Santarém, de 14h às 18h.

O novo auditório Wilson Fonseca será palco de discussões sobre a relação entre filosofia, ciência e educação e implicações para uma educação transformadora.

O evento ocorrerá em 2 dias.

Nesta quinta-feira, 22, será dedicado a uma mesa de abertura com o professor Celson Lima, que abordará o tema “A ciência produzida no PPGCS/UFOPA e seu compromisso com a interdisciplinaridade e com a transformação humana”.

Em seguida, a professora Edna Marzzitelli apresentará o tema “A importância da Filosofia e da Ciência para a educação transformadora”.

O professor Gilberto Rodrigues fechará as apresentações abordando o tema “Filosofia, Educação e Ciência à luz da interculturalidade”.

O simpósio é aberto ao público.

TRABALHOS ACADÊMICOS

O segundo dia será dia dedicado a apresentação dos trabalhos acadêmicos, um total de 5:

— Educação: do senso comum a consciência filosófica, das acadêmicas Emanuella Camargo, Aline Matos e Thaynara Pimentel;

— Das estratégias de leitura a gêneros textuais: um passo para o leitor crítico, do pesquisador Genilson Oliveira;

— Fundamentos filosóficos da escola moderna: adaptação ou transformação, das acadêmicas Edcarla Gonçalves, Bruna Letícia de Carvalho, Ediane Sena e Larissa Viana.

— O sistema brasille e a geografia: reflexões acerca do ensino da ciencia geográfica em tempo de inclusão, dos acadêmicos Emerson Saraiva e Fabiana Silva, e

— O poder do saber para a libertação do pensamento crítico, das acadêmicas Vitória Wislla e Esthefany Ingrid.

Os participantes cadastrados no link https://goo.gl/forms/MNQoPqU1bY4eCKXI1 receberão certificados de 8h.

Com informações do professor Gilberto Rodrigues

Leia também:
Nossos rios, estradas permanentes e seculares, por Mário Guerreiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *