Prefeitura de Altamira é alvo de operação da PF por  licitações superfaturadas
Prefeitura de Altamira, alvo da operação Prenúncio. Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (25) o Ministério Público Federal e a Polícia Federal cumprem 7 mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Altamira, sudoeste do Pará, para investigar fraudes em licitações com indícios de superfaturamento.

Além da prefeitura, segundo o site Roma News, a operação Prenúncio faz buscas em casas e uma empresa ligada ao ramo da pavimentação.

 

A estimativa é que a fraude nas licitações tenha provocado dano de mais de R$ 10 milhões aos cofres públicos.

Segundo a PF, a investigação começou em 2014 ao analisarem licitações para obras em que uma única empresa vencia os certames, sem nenhuma concorrência.

O município de Altamira é gerido pelo prefeito reeleito Domingos Juvenil (MDB), ex-presidente da Alepa (Assembleia Legislativa do Pará).

Aguarde mais informações.

LEIA também: Capitão da PM preso por tráfico de drogas em Óbidos perde a patente militar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *