TRE adia julgamento de recurso contra diplomação do prefeito de Oriximiná, Luzimara Moura, juíza do TRE

Luzimara Costa, doença da mãe impediu de comparecer na sessão de hoje

Transferido para próxima semana (dia 24) o julgamento, pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Pará, do recurso contra a expedição do diploma de prefeito de Oriximiná para Ludugero Tavares (PR), atual ocupante do cargo e o mais votado na eleição de 2016.

O julgamento estava marcado para sessão ordinária de hoje do tribunal.

Foi cancelado por que a revisora do processo, juíza Luzimara Carvalho, não poderia participar da sessão devido ter que viajar a Santarém, onde sua mãe se encontra muito doente, o início da tarde de hoje, 17.

O recurso foi ajuizado por Ângelo Ferrari (PSD), segundo colocado na eleição de 2016.

Perdeu para Ludugero por pouco mais de 400 votos.

Ferrari ajuizou o recurso por conta de decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em outubro do ano passado, que manteve sentença do TRE que deixou inelegível o ex-prefeito de Oriximiná Luiz Gonzaga Viana e cassou o atual ocupante do cargo, Ludugero Tavares (à época vice-prefeito) por abuso de poder político na eleição de 2012.

  • 8
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *