Publicado em por em Itaituba, Justiça, Santarém

O caso tramita na 1ª Vara Criminal, sob o comando do juiz Alexandre Rizzi

Defesa pede à Justiça fim de prisão 'por atacado' de indiciados na Narcos Gold
A operação Narcos Gold foi deflagrada pela PF no final do ano passado. Foto: Divulgação

3 em 1. Uma única petição, com 3 pedidos de revogação de prisão, foi protocolada na segunda-feira (10) na Justiça em Santarém (PA), pela defesa de indiciados pela PF (Polícia Federal) na Narcos Gold.

O caso tramita na 1ª Vara Criminal, sob o comando do juiz Alexandre Rizzi. Que ainda não se manifestou sobre os pedidos em favor de Thiago Saraiva Oliveira, Helenice Gomes e Frank Ataíde dos Santos.

O primeiro está preso em Cucurunã (Santarém). Advogada, Helenice cumpre prisão domiciliar em Itaituba; Frank encontra-se em uma das celas do presídio de Americano, em Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém.

Os 3, juntos com outras 26 pessoas, são acusados de envolvimento com um grupo criminoso especializado em tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, com atuação no oeste do Pará e capitaneado por Heverton Oliveira, o Grota, e Sílvio Berri Júnior, ex-piloto de avião do megatraficante Fernandinho Beira-Mar.

A defesa do trio, a cargo do advogado Igor Célio Dolzanis, pede a revogação da prisão com base no fato que nenhum deles agirem para “embaraçar” as ações ou investigações da polícia. Além de que, dois dos três (Helenice e Thiago) têm “bons antecedentes, condições subjetivas favoráveis tais como residência fixa e profissão lícita”.

Eles estão presos há quase 70 dias. O magistrado deve submeter o pedido à apreciação do Ministério Público e, só então, decidir.

Os 3 foram indiciados nos seguintes crimes:

Helenice Gomes: artigo 1º da lei 9.613/98 e artigo 347, parágrafo único do Código Penal;

Frank Ataíde: artigo 35 da lei 11.343/06;

Thiago Oliveira: artigo 1º da lei 9.613/98 e artigo 35 da lei 11.343/06.

SOBRE esse caso, leia também: PF requisita à Justiça 9 carros apreendidos na operação Narcos Gold; veja os modelos.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *