Homem acusado de matar por motivo fútil será julgado hoje em Santarém

Publicado em por em Justiça, Santarém

Homem acusado de matar por motivo fútil será julgado hoje em Santarém
O julgamento do homem está marcada para hoje, em Santarém (PA). Foto: Arquivo JC

Marcado para hoje (28) em Santarém (PA), o julgamento, pelo júri popular, de um réu homem (Ronilson Amaral de Sousa, o Catita), acusado de ter matado Ezediel Amaral Sousa. O crime aconteceu em dezembro de 2019, à noite, na periferia da cidade. A vítima faleceu em virtude dos ferimentos causados por golpe de arma branca.

De acordo com a denúncia, após um desentendimento entre os dois homens, durante um evento beneficente, com música ao vivo e nas dependências do “Bar do Albino”, a vítima teria lhe dado um tapa no rosto do acusado. O réu, por sua vez, teria esperado Ezediel sair do evento, para se vingar.

Com base nesses fatos, Ronilson foi denunciado. Acatada a denúncia pela Justiça, ele foi enquadrado criminalmente por crime de homicídio qualificado por motivo fútil – ou seja, que ocorre quando o responsável pelo crime tem a intenção de matar a vítima por um motivo específico. Neste caso, sede de vingança.

Ele se encontra preso por força de mandado de prisão preventiva desde maio do ano passado. Se condenado, poderá ficar preso de 12 a 30 anos.

Será o 21º julgamento por júri popular em Santarém realizado pela 3ª Vara Criminal, especializada em tribunal do júri e que tem à frente o juiz Gabriel Veloso de Araújo.

O magistrado prevê que até o final do ano a vara realize 90 julgamentos.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.