Juiz manda Isabela apagar postagens em que faz graves acusações a familiares de Aguinaldo

Publicado em por em Justiça, Política, Santarém

Juiz manda Isabela apagar postagens em que faz graves acusações contra família de Aguinaldo
Aguinaldo e Isabela estavam juntos quando ele disparou um tiro de pistola na cabeça. Fato ocorrido em setembro deste ano. Arte: Célia Ilma/JC

Um juiz de Santarém (PA) determinou que a engenheira Isabela Pereira Ataíde Lira, 30 anos, apague todas as postagens recentes feitas em suas redes sociais nas quais faz graves acusações a familiares do empresário e vereador Aguinaldo Promissória, morto com um tiro de pistola na cabeça, disparado pelo próprio parlamentar.

Filiado ao União Brasil, Aguinaldo morreu no dia 25 de setembro do ano passado, em Santarém (PA). Ele estava trancado na suíte de sua casa, na avenida Anysio Chaves, bairro Aeroporto Velho, junto com a namorada, Isabela Ataíde.

A decisão foi proferida pelo juiz Manuel Carlos de Jesus Maria na semana passada (dia 31 de dezembro), quando o magistrado de Santarém estava de plantão.

O processo (Tutela cautelar antecedente à ação de obrigação de fazer e indenizatória por danos morais e uso da imagem) tramita em sigilo na 4ª Vara Cível e Empresarial.

O JC obteve uma cópia do processo. O portal entrou em contato nesta segunda-feira com um dos parentes do vereador, que confirmou a decisão.

Notificação

Isabela Ataíde foi notificada da decisão ainda na tarde daquele mesmo dia 31 de dezembro, por volta das 16h. E imediatamente retirou do ar as postagens listadas no processo, e abrigadas no seu Instagram.

Caso não cumprisse a decisão, estaria sujeita a multa estipulada pelo juiz de R$ 1 mil por dia.

Manoel Carlos Maria determinou ainda que a engenheira deixe de fazer novas publicações que envolva familiares de Aguinaldo Promissória, assim como também não publique imagens ou textos relacionados ao vereador em qualquer rede social.

No total, foram 3 as postagens recentes feitas por Isabela sobre a morte do namorado. O juiz, por outro lado, negou decretar medida protetiva solicitada por uma das filhas de Aguinaldo por suposta ameaça feita a ela por Isabela.

Sobre esse caso, leia também:

— O JC também está no Telegram. E temos ainda canal do WhatsAPP. Siga-nos e leia notícias, veja vídeos e muito mais.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *