Na Folha de S. Paulo

Cerca de 5.500 operários alojados nas obras da usina hidrelétrica de Belo Monte (PA) foram dispensados após o quebra-quebra que paralisou a construção no último fim de semana.

Como os operários não vivem na região da usina, em Altamira, o consórcio construtor pagou passagens para que voltassem às cidades de origem até o retorno das atividades – previsto para até o fim da semana.

O consórcio passou o dia ontem avaliando danos em instalações da obra. Não há estimativa de prejuízos.

Leia também:
Idesp lança “Observatório Belo Monte”.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: 5.500 operários são demitidos em Belo Monte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • FRANCISCO DAS CHAGAS SILVA disse:

    BANDO DE FDP´s,

    QUANDO ESTÃO DESEMPREGADOS FICAM CORRENDO ATRÁS…. VIVENDO DE BICOS…
    SUBEMPREGOS.. PENANDO NAS PERFIERIAS DAS CIDADES…
    QUANDO ARRANJAM EMPREGO, DIGNO, COM CARTEIRA ASSINADA, ALIMENTAÇÃO, SAÚDE, DIRIEOTS E GARANTIAS TRABALHISTAS… DEPREDAM O PATRIMÔNIO DA EMPRESA… SAQUEIAM, TOCAM FOGO E AINDA SE FAZEM DE VÍTIMA.

    ASSIM NÃO DÁ PRA ENTENDER!!!

    CHAGUINHA AD

    1. Anhangá-Açu disse:

      São maranhenses, eles chegam diariamente às dezenas nas cidades do Leste do Pará e topam qualquer “parada”: trabalhador rual, ajudante de pedreiro, matadores de aluguel… São os responsáveis pelo aumento da violência nas comunidades para onde migram. Exagero meu? – Leiam as matérias de jornal, começa assim… O maranhense Fulano De Tal matou a esposa ou estuprou a Cicrana ou assassinou Beltrano….

  • Augusto Paixão disse:

    Jeso eles não foram demitidos ainda….foram somente dispensados por tempo indeterminado.

    Sendo que desse grupo pelo menos uns 1000 serão demitidos, por estarem fazendo parte do grupo que movimentou o quebra-quebra.

    BELO MONTE E UMA OBRA SEM SEGURANÇA JURIDICA.