De Jerusalém, Romulo Canto comenta a Frase do dia:

Compreendo perfeitamente a boa vontade da diplomacia brasileira em insistir no diálogo com o Irã, mas confesso não ver o caminho que nossos diplomatas desejam seguir para fazer Ahmadinejad mudar de idéia ou ao menos aceitar alguns pontos sobre relações e planos de paz para o Oriente Médio e o mundo…

A frase citada é um reflexo da grandeza do problema, seja pelo 11 de setembro, como pela negação do holocausto. Até que ponto é possível dialogar com alguém que não admite uma posição contrária a sua?

Minha experiência aqui tem me feito aprender que às vezes o diálogo fica apenas no nível da utopia. Infelizmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *