Decreto antinepotismo, 91 dias: família Maia continua empregado parentes

Erasmo, Henderson, Maria José e Lira Maia, o quarteto do nepotismo

Assinado pelo prefeito Nélio Aguiar, o decreto que proíbe a prática de nepotismo no âmbito da administração pública municipal completa nesta sexta-feira, 23, exatos 91 dias de existência.

A prática, com efeitos danosos aos cofres públicos, persiste, patrocinada em especial pela família Maia, leia-se Henderson Pinto e Maria José Maia, vereadores do DEM, e Erasmo Maia, chefe de Gabinete do Prefeito.

É caso de Maurício Sousa Maia, lotado no HMS (Hospital Municipal de Santarém), no cargo de técnico em Raio-X.

O sobrinho da vereadora Maria José Maia é mais um caso revelado pelo site Jeso Carneiro de nepotismo na atual gestão municipal.

Maurício entrou na folha da prefeitura, de acordo com o Portal da Transparência, no mesmo mês em que o decreto antinepotismo foi assinado, em março deste ano.

Decreto antinepotismo, 91 dias: família Maia continua empregado parentes, mauricio raio x - maia - maria jose

Leia também
“Nepotismo é corrupção, a desgraça do nosso país”, escreve leitor

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

3 Comentários em: Decreto antinepotismo, 91 dias: família Maia continua empregando parentes

  • E sem contar dezenas de advogados cearenses e procuradores da Prefeitura!!!! Cadê o Ministério Público?????

  • O Ministério Público não pode deixar de ver e agir! É o que a sociedade espera de um órgão de controle externo.
    A sociedade espera também que o Tribunal de constas respectivo, que também deve zelar pela moralidade administrativa, faça alguma coisa.
    Ou será o MP os órgãos de controle externo daqui vão mesmo, tal como avestruz, enfiar a cabeça na grama?!

  • Quando da última vez que publicasse que comentei que precisava ver para crer que o Decreto não era potoca, a situação continua sem efeito prático nenhum, os Lira Maia e Pinto continuam a zombar da cara das pessoas e ainda devem dizer esse decreto só serve para a imprensa ter pauta, porque já mais vai atingir eles, estão imunes, imaculados pela virgindade de um governo que não tem pulso e nem coragem de tirar da folha da prefeitura seus parentes, que servem para engordar suas contas individuais e aumentar seu patrimônio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *