Advogados de Bolsonaro e Lula são alvos da Lava Jato, por desvio de recursos do Sistema S

Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) fazem uma operação na manhã desta quarta-feira (9) para cumprir mandados de busca e apreensão em escritórios de advocacia que teriam sido usados para desviar cerca de R$ 151 milhões do Sistema S do Rio de Janeiro. A ação, segundo o Metrópoles, é um desdobramento da operação Lava Jato.

Entre os alvos estão Frederick Wassef, ex-advogado da família Bolsonaro, e Cristiano Zanin, que faz parte da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

As irregularidades teriam começado em 2012 e durado até 2018. Entre as entidades investigadas estão a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio (Fecomércio-RJ), Sesc e Senac.

Batizada de Esquema S, a operação foi deflagrada em paralelo ao início do trâmite de uma ação penal contra 26 pessoas, incluindo o ex-governador Sérgio Cabral e a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo.

Os recursos do Sesc e Senac têm origem pública, que a Receita Federal repassa de contribuições sobre folhas de pagamento de empresas comerciais para os serviços investirem na capacitação e bem-estar de comerciários.

A Força-tarefa Lava Jato apurou que aquelas entidades no Rio teriam destinado mais de 50% do seu orçamento anual a contratos com escritórios de advocacia.

A força-tarefa, da qual também faz parte a Receita Federal, cumpre mandados de busca em 50 endereços nos estados do Rio, São Paulo e Distrito Federal. Além do valor desviado, os investigadores suspeitam da apropriação indébita na casa dos R$ 200 milhões.

 

Os investigados são suspeitos de integrar organização criminosa, sonegação fiscal, corrupção ativa e passiva, estelionato, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. A ordem foi expedida pelo titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, Marcelo Bretas.

LEIA também: Pena de advertência dada pelo CNMP a Dallagnol foi ‘branda’, critica Renan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *