Suspenso o atendimento pediátrico no hospital municipal por falta de médicos
Hospital Municipal de Santarém, sob a gestão do IPG

Desde desta quarta-feira (1º) os atendimentos na área de pediatria no Hospital Municipal Dr. Alberto Tolentino Sotelo, em Santarém (PA), estão suspensos.

Os que batem à porta da maior unidade de saúde pública da região oeste do Pará, sob o comando do IPG (Instituto Panamericano de Gestão), estão sendo encaminhados para UPA 24h, na avenida Curuá-Una.

 

O blog tem informações de que o problema estaria ligado ao contrato rescindido pelo IPG na virada do ano com uma cooperativa de médicos que prestava serviços há anos ao município no HMS.

O atendimento pediátrico desviado para UPA seria uma espécie de plano B do instituto para amenizar a falta de médicos no municipal.

A assessoria do IPG confirmou os novos atendimentos pediátricos na UPA 24, mas negou a falta de médicos no HMS. Eis a íntegra do contraponto da empresa:

Contraponto do IPG

“A direção do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) esclarece que existe um médico pediatra de plantão 24h para atender intercorrências e urgências na obstetrícia e no Pronto Socorro Municipal.

Houve nos últimos dois dias um aumento no atendimento de pacientes adultos com traumas e com quadro de virose. Por esse motivo, a direção entendeu que era importante a mudança de fluxo no acolhimento das crianças que não apresentavam quadro grave de saúde.

 

Elas passaram a ser transferidas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas através de uma ambulância e sempre acompanhadas de um técnico de enfermagem. O número de médicos na UPA aumentou após a mudança de fluxo.

Atualmente está com seis plantonistas de dia e cinco no período noturno. Ressaltamos que caso amanhã, 3 de janeiro, o número de pessoas com virose diminua o atendimento será normalizado. A direção se coloca a disposição para qualquer dúvida que possa surgir.”

— LEIA também: Afastado do cargo, prefeito saca R$ 3 milhões da conta Banpará de Vitória do Xingu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *