-1
Instituto Juruti Sustentável leva projeto de fotografia para jovens da cidade, Juruti
Fotógrafo capta uma cena em Juruti

Jovens de Juruti, no oeste do Pará, ganharam um olhar diferenciado, valorizando ainda mais a beleza dos lugares e das pessoas do município.

No mês em que Juruti completa 201 anos de fundação, a população foi presenteada com o projeto “Retratos da Terra”, que iniciou com workshop de fotografia, realizado com apoio do Instituto Juruti Sustentável (IJUS), com participação de 20 jovens.

O projeto é uma realização da Elo3, empresa que promove produções culturais engajadas na democratização do acesso à arte, e contou com o patrocínio da Alcoa, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, além da parceria da Secretaria Municipal de Cultura, Desporto e Turismo de Juruti.

A proposta da iniciativa é harmonizar três visões diversas por meio de fotografias produzidas por um fotógrafo artístico profissional, um fotógrafo local e um grupo de jovens com talento potencial para artes.

Juruti
Jovens participantes da oficina

O objetivo é retratar as riquezas e belezas do país por meio da diversidade de olhares, além de estimular novos talentos na juventude. Como resultado, além da capacitação dos jovens no município contemplado, haverá a doação de câmeras fotográficas, a publicação de um catálogo, incluindo áudio descrição para deficientes visuais, e uma exposição pública dos retratos na própria cidade.

 

Em Juruti, a temática escolhida foi “Um olhar para minha comunidade” e as oficinas teóricas foram imediatamente complementadas com a prática, com saídas para fotografias no centro da cidade de Juruti, nas regiões das comunidades Santa Terezinha e Miri Centro, além do manancial do Lago Jará.

As saídas fotográficas foram viabilizadas por parcerias do IJUS com a empresa Inova e o vereador Mário Itiá Kobayashi, que disponibilizaram ônibus e barco.

Ascom IJUS - Juruti
Participantes e instrutores do projeto

O IJUS foi sede das oficinas realizadas e a Diretoria de Juventude do IJUS foi responsável pela produção cultural, coordenando toda a logística de saídas fotográficas.

“Ao recebermos a proposta de parceria do Retratos da Terra, não pensei duas vezes pelo objetivo de valorização da cultura e belezas locais, e a conexão direta com a juventude, que é um dos nossos focos de atuação no IJUS. Para mim, foi uma experiência fantástica e enriquecedora participar do projeto”, conta Feliph Rocha, diretor de Juventude do IJUS.

OUTRO OLHAR

Os jovens que participaram das oficinas aprovaram a iniciativa.

“Achei incrível que o projeto traz como um dos aspectos a divulgação da beleza da diversidade cultural, linguística e do modo de viver em cada lugar por onde passa”, comenta Kimberly Ramos, 17 anos, destacando que Juruti também estará contemplado na diversidade retratada pelo projeto.

“Através do Retratos da Terra, aprendemos que conseguimos atingir um único objetivo com trabalho em equipe. A fotografia nos ajudou a ver nossa cidade com outro olhar. Pudemos ver que nosso município é rico e belo. Por meio das aulas e das pesquisas, aprendemos a ver a beleza de nossa cidade”, complementou Huam Miranda, 17 anos.

Juruti
Karina Bacci, curadora do projeto

Karina Bacci, fotógrafa artísticas profissional e curadora do projeto, promoveu as oficinas juntamente com Frank Wallace, fotógrafo de Juruti.

“Ficamos fascinados pelo potencial que os jovens de Juruti têm com a fotografia e seu interesse pela cidade e questões ambientais, demonstrando senso de comunidade e engajamento. Eles demonstram um ótimo senso estético e o entendimento da fotografia como instrumento de comunicação, demonstrando a importância das pessoas e do meio ambiente como a expressão do lugar que é Juruti”, comentou Karina Bacci.

VALORIZAÇÃO DA CULTURA

Conforme Rogerio Ribas, gerente de Relações Institucionais e Recursos Humanos da Alcoa Juruti, empresa patrocinadora da iniciativa, o Retratos da Terra é um presente da empresa para o município em comemoração ao aniversário de Juruti.

“Assim como a Alcoa vem fazendo anualmente com o Festribal, a empresa trouxe mais este projeto para Juruti por meio de investimento pela Lei de Incentivo à Cultura, como uma iniciativa adicional de valorização da cultura local”, declarou.

Juruti
Uma das fotos fruto do “Retratos da Terra”

Com informações do IJUS

Leia também:
Alcoa mostra instalações da mina em Juruti a acadêmicos do Iespes, de Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *