Justiça condena 2 vereadores de Óbidos por difamação contra delegado da Polícia Civil
Nivaldo Aquino, condenado por calúnia e difamação

Dois vereadores de Óbidos (PA), entre os quais o atual presidente da Câmara, foram condenados pelos crimes de difamação e calúnia contra um delegado de polícia civil. O episódio aconteceu em junho de 2017. A sentença saiu na quarta-feira (28).

Os parlamentares usaram a tribuna da Câmara para desferir o ataque contra a “honra subjetiva” do delegado, tachando-o, entre outros impropérios, de “incompetente” e “irresponsável”.

 

A sentença, em primeira instância, foi proferida pelo juiz Clemilton Salomão de Oliveira. Cabe recurso.

Nivaldo Aquino (Podemos), 57 anos, e Carlinhos Guimarães (PSDB), 52 anos, foram condenados, a títulos de reparação por danos morais, a pagar ao delegado Thiago Mendes de Sousa 10 salários mininos, corrigidos.

Os vereadores, ambos da base governista, terão também que pagar os honorários advocatícios e as custas do processo.

O ataque à honra

As ofensas contra o delegado Thiago Mendes, que hoje não mais trabalha em Óbidos, ocorreram depois da prisão efetuada pelo policial contra um indivíduo acusado de estupro.

O laudo pericial atestou o abuso sexual. O acusado foi indiciado e alvo de ação penal. Réu, foi julgado e condenado a 33 anos de prisão pelo estupro de duas crianças.

No dia 5 de junho de 2017, em sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Óbidos, Nivaldo Aquino e Carlinhos Guimarães atacaram o delegado com duras críticas por causa da prisão, atingindo-lhe, inclusive, “a honra subjetiva e o seu profissionalismo”, conforme consta nos autos do processo.

 

Nivaldo, por exemplo, acusou o policial de ser “irresponsável” por causa da prisão do estuprador. Carlinhos o chamou de “incompetente” por ter prendido “um inocente”.

“Assistindo à gravação da sessão plenária [da Câmara de vereadores], tem-se a fiel finalidade das críticas perpetradas pelos demandados [Nivaldo e Carlinhos], que, na verdade, atuaram com notória ofensa à Autoridade Policial e sua atuação, o que configura, sem dúvida, ilícito civil indenizável”, ponderou o magistrado em sua sentença, de 6 páginas.

Leia a íntegra da sentença.

https://2.bp.blogspot.com/-RNvkbybeX5M/XWmPmHgi7aI/AAAAAAAAeVM/WpIaIMLxI8AiWWq2ZGEbT46EkXPEk4ZjQCLcBGAs/s1600/Carlinhos%2BGuimar%25C3%25A3es.jpg
Carlinhos Guimarães, vereador também condenado

— LEIA também sobre a condenação do vereador Isamarc Soares neste link: Vereador ‘da moral e bons costumes’ é condenado por receber diárias ilegalmente

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

4 Comentários em: Justiça condena 2 vereadores de Óbidos por difamação e calúnia contra delegado de polícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Obidense disse:

    Com vereadores desse tipo Óbidos estará sempre fadada ao atraso que se encontra engessada há décadas

  • João Batista Netto disse:

    Meus Deus, que nivel de Câmara é essa meus irmãos obidenses?
    Dois vereadores que somadas suas escolaridades não dá o nivel fundamental completo, usar a tribuna para chamar de incompetente e irresponsável, para um delegado de policia que por obrigação tem o dever de conhecer as leis, seus limites e não prevaricar, sob pena de responsabilização criminal. É uma vergonha ao povo de Óbidos.
    E o pior, nas entrelinhas da ignorância defender o estupro de vulnerável, condenado e repudiado pela sociedade. Ate parecem mas como advogado do diabo.
    Fica uma pergunta meu caro Jeso: defender o estupro ao invés da vitima estuprada não configura falta de decoro parlamentar?
    Será que os vereadores desta casa de leis não tem coragem de pedir a cassação desses mentecapitos?
    Ou eles também comungam dessa idéia?
    Esse presidente grava vídeo chamando quem cobra seus direitos para porrada. O outro reu já quase bate uma moça lá na Câmara. Ou seja, pregam a violência e defendem o estupro. E nada acontece. Pode?

  • Antônio disse:

    Parabéns a justiça, alguns políticos não sabem o que falam e por isso devem ser responsabilizados. O Delegado Thiago Mendes, rumo exemplo de policial probo e competente.

  • Raimundo Silva disse:

    Essa turma vai sentir arrependimento quando estiver fora do poder.