Da leitora que se assina Telma Maranhão, sobre o post Medicinês das calcinhas:

Blog do Jeso | médicoÉ, pelo jeito o HRBA (Hospital Regional do Baixo Amazonas), virou a nova Babel, onde toda a linguagem é confusa, todos falam, mas ninguém entende nada.

Se “línguas estranhas” pelo menos fosse a língua dos anjos tudo bem, porém nada vejo de “angelical” nesta situação, aliás, neste contexto caberia citar 1 Coríntios 13, versículo 4, que diz que o amor é PACIENTE…

“Paciente” mesmo só aqueles que esperam com “paciência” por atendimento, neste caso com ar-condicionado melhor, o que já é um diferencial para quem precisa esperar uma ambulância ou mesmo se refrescar das altas temperaturas externas!

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Hospital Regional é a nova Babel, diz leitora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Esperançoso sim, pessimista, jamais disse:

    Ao invés de ficarmos sob clima de aguda fase de críticas em decorrência a fatos que ocorrem em nossa rede hospitalar pública, seria mais produtivo exigirmos mais vagas em nossos hospitais públicos, parceria concreta de clínicas e hospitais particulares conveniados ao SUS.Assistimos a uma demonstrção de descaso de nossas autoridades municipais de saúde quanto a obrigatoriedade de hospitais já citados, da rede particular, atenderem aos nossos pacientes de SUS.O HOspital Regional carece de mais espaço físico para atender a enorme demanda, quanto ao Municipal, o Governo Estadual deveria socorrer e decretar estado de emergência.Picuinhas e lari-lari não conduz à solução de nossos problemas locais, vamos cobrar das autoridades soluções concretas para atenuar o sofrimento de todos que precisamos dos serviços públicos de saúde, contamos com os cidadãos que queiram construir uma Santarém mais Humana no tocante à saúde.

  • MÁRCIO OLIVEIRA FREITAS disse:

    Jeso,

    Além da greve inédita no Hospital municipal de Monte Alegre, ontem o município viveu mais um ato protagonizado pela maioria dos vereadores de Monte Alegre em combinação com o Prefeito Sérgio Monteiro. O executivo enviou a câmara de vereadores um projeto de lei, confeccionado sob encomendada por uma empresa da capital do estado, alterando vários dispositivos fiscais que estão sob responsabilidade do município, dentre eles aumentando o IPTU em quase 1000% e terceirizando sua gestão para uma empresa particular. Vários manifestantes foram ontem a Câmara acompanhar a votação, e o que se viu foi um tumulto, iniciado pelos próprios vereadores que apoiam o Prefeito porque não aceitaram a manifestação contrária e a forma como seria conduzida a sessão, às escondidas, com intuito de aprovar o intento do Prefeito. Com a presença da população, o Presidente não colocou a matéria em votação, segundo ele por falta de segurança, ainda que lá estivessem policiais militares, mas que na verdade era a configuração de outra artimanha: a não apreciação do projeto de lei, possibilita a sua aprovação por decurso de prazo. Os vereadores saíram escondidos pela garagem da câmara, sob as vaias e xingamentos dos participantes. Monte Alegre vive dias de cão e de desmandos.