BR163CuiabáSantarém

No site Só Notícias

O Tribunal de Contas da União recomendou a paralisação e bloqueio de recursos para 22 obras do governo federal devido a graves irregularidades.

Dentre elas, está a construção do trecho rodoviário na BR-163 da divisa entre Mato Grosso e o Pará até a cidade de Santarém, já no estado vizinho.

A obra é tocada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e, de acordo com o TCU, apenas 39% foram concluídas.

O relatório do tribunal aponta problemas em dois contratos. No primeiro para execução de serviços necessários à realização das obras de implantação e pavimentação e recuperação de erosões na BR-163/PA – segmento: km 0 a km 102,3, é apontado sobrepreço decorrente de quantitativo inadequado.

Já no segundo contrato, para execução das obras de implantação e pavimentação da BR-163/PA – segmento: km 537,04 a km 674,56, foi encontrado alteração injustificado de quantitativos.

Leia mais em TCU recomenda parar asfaltamento na 163 na divisa de Mato Grosso e Pará.

Leia também:
Santareno é eleito para dirigir a Faciapa.

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Irregularidades: TCU pede "stop" na BR-163

  • Se paralisar é uma grande pena e atraso. E o povo sempre sofrendo.

  • DNIT! Esse órgão não é facil. Por acaso não seria o pessoal do PMDB e PT que dirige por lá? Até quando ficaremos na mão dessa gente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *