Santarém

Para o santareno, Santarém não
É apenas um paraíso.
É uma mãe que o acolhe sempre
Com afeição e amor renovado
Ou uma amante ardorosa que o delicia,
Inverno e verão, na quentura dos seus
Rios e praias
E no refrigério dos seus igarapés.

———————————————-

De Paulo Paixão, de Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *