Juiz acata pedido da defesa, e empresários irão depor na próxima audiência do caso Apolinário
Apolinário ao lado de sua esposa Fredilana e filhas e filho: morte estúpida aos 50 anos. O juiz acatou o pedido da defesa do réu. Que está foragido desde dezembro de 2020. Foto: BJ/Arquivo familiar

O juiz da 3ª Vara Criminal de Santarém (PA), Gabriel Veloso de Araújo, acatou pedido feito pela defesa do réu Sandro Carvalho, e incluiu 2 empresários como testemunhas do caso que resultou na morte do artista plástico Apolinário, 50 anos, ocorrido no ano passado.

Manoel Apolinário Oliveira de Sousa, também radialista, morreu em consequência do tiro disparado por Sandro Corrêa de Carvalho no dia 1º de dezembro de 2020, em Santarém. O episódio aconteceu em frente a um hotel da cidade.

 

O artista morreu 15 dias depois do tiro da pistola calibre 380 que o atingiu a região do abdômen. Ele era casado com Fredilana Vasconcelos. Deixou 4 filhos (3 meninas e 1 menino) órfãos.

A princípio, o magistrado achou desnecessário a oitiva dos empresários Aguinaldo Promissória e Marcelo Gamboa, que presenciaram o crime cometido por Sandro Carvalho. Resolveu, porém, acatar o pedido, “visando impedir qualquer alegação de cerceamento” da defesa do réu.

Por isso, na audiência do próximo dia 28 (sexta-feira, às 9h) Promissória e Gamboa terão que se fazer presente e, como testemunhas, serem interrogados sobre o caso. A audiência, devido a pandemia da covid-19, será por videoconferência.

Ontem (14), por ocasião da primeira audiência de instrução e julgamento foram ouvidas 3 testemunhas: Fredilana Vasconcelos, a viúva, além de Kelvin Lopes Bezerra e Renato Rebouças Coelho, ambos presentes no evento particular realizado no hotel e do qual participaram o réu e a vítima.

A defesa de Sandro Carvalho, que está foragido desde dezembro do ano passado, ganhou agora a participação também de Alexandre Paiva, um dos mais qualificados advogados do Pará na área criminal.


📹 Assine o canal do Blog do Jeso no Youtube, e assista a dezenas e dezenas de vídeos

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Juiz acata pedido da defesa, e empresários irão depor na próxima audiência do caso Apolinário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Manuel disse:

    O assassino está “foragido” e quem está pagando honorários advocatícios para defende-lo, ou os advogados São defensores públicos?

  • José Bentes Bitola disse:

    Quem e porquê paga a defesa do dono do cachorrinho?