Caso Apolinário: juiz recebe recurso contra decisão que mandou Sandro Carvalho a júri popular
Juiz Gabriel Veloso de Araújo: à frente do Caso Apolinário, assassinado em novembro de 2020

O juiz Gabriel Veloso de Araújo, titular da 3ª Vara Criminal de Santarém (PA), recebeu o recurso da defesa contra a decisão de mandar Sandro Carvalho a júri popular, em data ainda não prevista, por participação direta no Caso Apolinário.

“[O recurso em sentido estrito] é tempestivo, por isso, recebo-o em seus efeitos legais. Concedo ao recorrente [Sandro Carvalho] o prazo legal para apresentação de suas razões recursais”, justificou o magistrado.

— LEIA também sobre esse caso: Defesa de réu foragido contrata perito da Lava Jato para atuar no caso Apolinário.

 

“Apresentadas as razões recursais do recorrente determino que a parte recorrida [Ministério Público do Pará] seja devidamente intimada para apresentar suas contrarrazões”.

Réu confesso do tiro de pistola que atingiu o artista plástico Manoel Apolinário, natural de Aveiro, Sandro Carvalho está foragido. O episódio aconteceu em novembro de 2020. Dias depois do disparo, a vítima morreu.

No início deste mês, Gabriel Araújo decidiu levá-lo a julgamento pelo júri popular pelo crime de “homicídio qualificado por motivo fútil e meio que dificultou a defesa” de Apolinário.

A defesa de Sandro reagiu à decisão.

Protocolou recurso em sentido estrito na terça-feira (20). Nesta quarta-feira (21), Gabriel Araújo, famoso pela velocidade na tramitação que imprime aos processos sob sua responsabilidade, decidiu receber o recurso.

Agora a defesa terá 2 dias, a partir da data em que a decisão do juiz for publicada no Diário da Justiça, para apresentar as razões do recurso. Os advogados Alexandre Paiva, Raimundo Nonato Castro, Karina Weigert e Meuba Freire são os que atuam em favor do réu.

Depois será a vez do MP se manifestar sobre o recurso. E, por fim, caberá ao juiz decidir se mantém ou não a pronúncia de Sandro Carvalho. Se mantiver, o caso subirá para o TJPA (Tribunal de Justiça do Pará), para uma nova decisão.


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Caso Apolinário: juiz recebe recurso contra decisão que mandou Sandro Carvalho a júri popular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Cristina Caetano disse:

    Querem a todo custo uma pena branda para o assassino.
    Espero que a justiça seja feita e que sejam observados a vida ceifada por ele e os danos causados a vida dis 3 filhos do Apolinário que ficaram órfãos, bem como a esposa dele que ficou totalmente desamparada com a perda do esposo.
    Justica!
    30 anos de cadeia para o assassino.