Ministério Público vai fiscalizar recursos do hospital de campanha de Santarém

A 9ª Promotoria de Justiça de Santarém, oeste do Pará, instaurou procedimento administrativo para acompanhar e fiscalizar o emprego do recurso público disponibilizado para o Hospital de Campanha, instalado em Santarém, que passou a operar na quarta-feira 22, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O hospital está sendo gerido pelo Instituto Panamericano de Gestão (IPG), Organização Social, decorrente de contratação pelo Estado do Pará, para atendimento de pacientes infectados pela covid-19, de Santarém e região. 

 

A promotoria considera necessário o emprego do recurso público no hospital de forma transparente, para garantir a proteção do patrimônio público.

Dessa forma, é imprescindível que os repasses de recursos recebidos do Estado do Pará e as despesas realizadas sejam publicados pela OS contratada, em sítio específico.

Nos autos do procedimento extrajudicial, o MPPA requisitou documentos, dentre os quais, aqueles que demonstrem os valores empregados na montagem da estrutura física do hospital, além de equipamentos, insumos, remédios e contratos realizados.

LEIA também: Com 120 leitos, hospital de campanha para covid-19 já recebe pacientes da região

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Ministério Público vai fiscalizar recursos do hospital de campanha de Santarém

  • O ministério público do Estado do Pará é uma comédia: passou duas décadas de olhos fechados para oo governos tucanos, e num momento crítico desses resolve procurar palanque?

    Não poderia ser depois da quarentena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *