Michel Temer nomeia general para a presidência interina da Funai, Antonio CostaEx-presidente a Funai  Antônio Fernandes Toninho Costa

 
Depois de demitir o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), na semana passada, o governo federal definiu novas mudanças no órgão. A informação é da Veja.

A Funai é vinculada ao Ministério da Justiça, comandado pelo ministro Osmar Serraglio (PMDB).

Leia também
Apresentador de TV é acusado de mandar matar boto para exibir na Globo

As decisões foram publicadas na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União. Para o lugar do ex-presidente Antônio Fernandes Toninho Costa, exonerado na sexta-feira, foi nomeado interinamente o general da reserva Franklimberg Ribeiro de Freitas.

Ele já atuava na instituição, como diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável.

O governo também dispensou Janice Queiroz de Oliveira da chefia da Diretoria de Administração e Gestão, substituindo-a por Francisco José Nunes Ferreira.

Em uma declaração à imprensa na sexta-feira, o pastor Toninho Costa, como é conhecido o ex-presidente da Funai, atribuiu sua demissão após três meses de trabalho a “ingerências políticas” da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), nome formal da chamada bancada ruralista, parlamentares ligados aos grandes produtores agrícolas.

A FPA, que já se desentendeu com grupos indígenas por questões relativas às reservas indígenas, tinha entre seus membros Osmar Serraglio, quando este exercia mandato de deputado federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *