Graesp distribui vacinas contra covid-19 nas cidade de Altamira e Cametá
Helicóptero do Graesp fez entrega em Altamira e Cametá nesta quarta-feira (7). Foto: Agência Pará

O Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), realizou mais um transporte de vacinas para o interior do Pará nesta quarta-feira (7).

A ação faz parte de uma parceria com a Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública), que desta vez abasteceu os municípios de Altamira, no sudoeste, e Cametá, no Baixo Tocantins, com doses de imunizantes.

— CONFIRA: Pela 1ª vez, Amazonas não registra mortes por covid em 24h desde o início da pandemia

 

Uma aeronave e um helicóptero tipo Esquilo fizeram o transporte. As vacinas são entregues nas Regionais de Saúde, de onde são distribuídas para as localidades próximas. A ação é feita tanto pelo ar, com as aeronaves do Graesp; pela via fluvial, com as embarcações do Grupamento Fluvial (Gflu), por terra, com os veículos da Sespa.

A distribuição conta também com o apoio das polícias Civil e Militar, responsáveis pela escolta dos imunizantes até as unidades de saúde de cada município.

“Todas as regiões que necessitam de apoio aéreo e fluvial para que as vacinas possam chegar até os locais de saúde estão contando com o nosso apoio, e com o apoio das polícias Civil e Militar. Com a nossa atuação está sendo possível abastecer, de norte a sul do Estado, todos os municípios em menos de 24 horas. Todo esse esforço visa garantir a proteção da nossa população, para que possamos vencer a Covid-19 no nosso Estado”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

Logística do Graesp

Desde o início da chegada das vacinas ao Pará, o Graesp faz a distribuição para as regiões do estado, como o arquipélago do Marajó, Calha Norte, sul e sudeste.

“A logística de transporte das vacinas faz parte das ações prioritárias que o Graesp executa, especialmente nesses últimos meses. Executamos nosso plano de voo priorizando atender às demandas solicitadas pela Secretaria de Saúde, a fim de garantir que todas as regiões sejam abastecidas com os imunizantes, e assim, assegurar a vacinação de todos os paraenses, em especial os que se encontram nas localidades mais distantes”, disse o diretor do Grupamento Aéreo de Segurança Pública, coronel Armando Gonçalves.

Com informações da Agência Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *