Publicado em por em Belterra

Nesta ano, Belterra já recebeu quase R$ 21 milhões em repasse federal do Fundeb

Justiça pede explicações ao prefeito de Belterra por não ter pago abono do Fundeb
Professores de Belterra em manifestação em frente à prefeitura pelo pagamento do abono Funbeb. Foto: Reprodução

O prefeito de Belterra (PA), Dr. Macêdo (DEM), tem prazo de 10 dias para dar explicações à Justiça pelo fato de decidir não pagar o abono do Fundeb aos profissionais da educação básica do município. A decisão foi proferida nesta quarta-feira (29) pelo juiz plantonista do fórum de Santarém, Gabriel Veloso de Araújo.

— CONFIRA: Santarém começa pagar hoje abono do Fundeb; valores entre R$ 1 mil e R$ 15 mil.

“Notifique-se a autoridade impetrada [Dr. Macedo] a fim de que, no prazo de 10 (dez) dias, preste as informações que julgar necessárias [sobre o abono do Fundeb]”, ordenou o magistrado, nos autos do processo protocolado nesta terça-feira (28) pelo Sintepp, o sindicato dos trabalhadores da área de educação no Pará.

O mandato de segurança da categoria tramita na 6ª Vara Cível e Empresarial de Santarém.

Gabriel Araújo na mesma decisão não acatou o pedido feito pelo Sintepp para, liminarmente (urgente), que a Justiça obrigasse o prefeito a enviar à Câmara de Vereadores de Belterra projeto de lei dispondo sobre o eventual pagamento do abono do Fundeb.

“Reservo-me apreciá-lo somente depois do decurso do prazo de informações”, justificou o juiz.

Juiz criminal autoriza ré da Perfuga a morar em Belém; ela alegou que vai trabalhar
Gabriel Araújo, decisão imediata sobre o caso, protocolado ontem pelo Sintepp

Localizado na RMS (Região Metropolitana de Santarém), Belterra é um dos raros municípios do Pará cujo prefeito decidiu não pagar abono educacional aos profissionais da área.

De acordo com informações do tesouro nacional, a gestão do prefeito Dr. Macedo recebeu só neste ano, de janeiro até a presente data, quase R$ 21 milhões (exatos R$20.559.740,29) em repasse federal do Fundeb.

Leia a íntegra da decisão de Gabriel Araújo.

Decisão judicial Fundeb Belterra by Blog do Jeso on Scribd


Publicado por:

Uma comentário para

  • Esse prefeito é um ditador e não respeita os profissionais da educação. Na pandemia demitiu centenas de professores temporários e agora segurou o dinheiro que deveria ter dividido com os educadores.

    Ele acha justo receber como prefeito de Belterra e como medico do hospital em Santarém, mas, nega o direito dos professores receberem o que lhe é de direito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.