Executadas 3 ações de integração de posse nas últimas 72 horas em Juruti, reintegração de posse 2
A reintegração de posse da área da Alcoa foi, segundo a empresa, ordeira e pacífica

A população de Juruti presenciou nas últimas 72 horas nada menos do que 3 ações de integração de posse determinada pela Justiça, sob a vigilância da da Polícia Militar do Pará.

Nenhuma delas resultou em conflitos.

A mais recente foi realizada ontem (1º), em área localizada no quilômetro 47, da PA-192, cujo título de posse pertence à Associação das Comunidades da Gleba Curumucuri (Acoglec).

As duas primeiras, na terça (30) e quarta (31), foram executadas em dois bairros da zona urbana de Juruti em favor da mineradora Alcoa, que explora bauxita no município.

As integrações de posse tem o respaldo de decisão lavrada pelo juiz Vilmar Macedo Júnior — uma no ano passado e outra em maio deste ano.

NOVO LAR

Famílias que moravam no imóvel da PA-192, e agora  sem lugar para morar, foram alojadas provisoriamente pela Prefeitura de Juruti no ginásio em frente ao fórum da cidade.

OUTRO LADO

Procurada, a Alcoa assim se manifestou sobre o episódio:

“Sobre a ação de reintegração de posse em andamento desde ontem, 01/11/2018, em terreno localizado no quilômetro 47 da Rodovia PA-192, a Alcoa esclarece que esta área não é de sua propriedade, sendo, ao que se tem conhecimento, a Associação das Comunidades da Gleba Curumucuri (Acoglec) titular da área por concessão do Instituto de Terras do Pará (Iterpa).

Nos dias 30 e 31/10/2018, em cumprimento à decisão da Justiça, foi conduzida pela Polícia Militar do Estado do Pará reintegração de posse em terrenos urbanos da Alcoa localizados nos bairros Nova Vitória e Nova Jerusalém no município de Juruti.

Tal decisão foi comunicada com antecedência pelo oficial de justiça diretamente aos ocupantes das áreas, bem como amplamente divulgada em mídias de grande circulação, encorajando a desocupação dos terrenos de forma voluntária e pacífica.

A reintegração nos terrenos de propriedade da Alcoa foi realizada de forma pacífica e ordeira.”

juruti - reintegração de posse
Famílias da PA-192 foram alojadas em um ginásio

Leia também:
Por prescrição, Justiça exclui 3 acusados de participação no escândalo de Juruti Velho

 

  • 1
    Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *