Gestão do PT em Juruti acaba com escolas de ensino integral deixadas pelo PSD, Juruti. Foto: Eliseu Dias

Cidade de Juruti, hoje sob a gestão do prefeito Henrique Costa, do PT

As matrículas no ensino fundamental em tempo integral nas escolas públicas em Juruti, no oeste do Pará, zeraram em 2017.

É o que aponta o Censo Escolar da Educação Básica, divulgado no início da semana, dia 26, pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), vinculado ao MEC (Ministério da Educação).

Até o final do ano passado, na gestão do ex-prefeito Marquinho Dolzane (2013-2016), do PSD, havia 705 alunos matriculados nos anos iniciais do ensino fundamental em regime de ensino integral, e 568 alunos nas séries finais.

Com o prefeito Henrique Costa (PT), que assumiu o cargo em janeiro deste ano, não houve mais oferta de ensino integral para todas séries do  fundamental.

Por conta disso, as matrículas do fundamental parcial saltaram para 6.600 alunos (séries iniciais) e 4.896 (séries finais) neste ano, o que representa um aumento de 9,8% e 14,8%, respectivamente, em relação a 2016.

Também foi registrado aumento nas matrículas das creches (integral e parcial) públicas no município, na ordem de 25%.

Na pré-escola, ao contrário, ocorreu redução de 8%.

A educação infantil e o ensino fundamental públicos são de responsabilidade dos municípios, que bancam a gestão através de recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Os municípios recebem os recursos do Fundeb com base no número de alunos da educação infantil e do ensino fundamental, de acordo com dados do último censo escolar.

Gestão do PT em Juruti acaba com escolas de ensino integral deixadas pelo PSD, Juruti - Censo Escolar 2017

PARCIAL E INTEGRAL

O levantamento do Inep detalha o número de matrículas iniciais na educação básica das redes públicas municipal e estadual de ensino, que abrangem a creche, pré-escola, os ensinos fundamental e médio, a EJA e a educação especial. Os dados incluem as áreas urbana e rural e a educação em tempo parcial e integral.

A segunda etapa do Censo Escolar 2017 terá início em janeiro, quando serão coletados os dados sobre o rendimento e o movimento escolar dos alunos.

O Censo Escolar é feito anualmente, sob coordenação do Inep. Segundo o órgão, a ferramenta é indispensável para que os atores educacionais possam compreender a situação educacional do país, das unidades federativas, dos municípios e do Distrito Federal, bem como das escolas e, com isso, acompanhar a efetividade das políticas públicas.

RAIO-X DE JURUTI – ESCOLAS MUNICIPAIS

— Creches: 55

— Pré-escolas: 96

— Ensino fundamental: 94 (anos iniciais) e 32 (anos finais)

— EJA: 26

Censo escolar de 2016

OUTRO LADO

O portal Jeso Carneiro entrou em contato com o prefeito Henrique Costa. E aguarda o seu devido contraponto, a ser inserido neste espaço assim que chegar à nossa redação.

Leia também:
Cai o número de alunos matriculados em creches e pré-escolas em Óbidos

  • 103
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Gestão do PT em Juruti acaba com escolas de ensino integral deixadas pelo PSD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • José disse:

    Saudades do tempo em que o Marquinho comandava. Deve voltar no próximo pleito. Henrique só ganhou a eleição por causa da compra de votos, todos sabem.

  • Adriano disse:

    Como sobra dinheiro, com esta roubalheira toda, imagina quando abrir a caixa preta dos roubos de Juruti velho