A ação de improbidade administrativa foi ajuizada em 2014 pelo ex-prefeito Marquinho Dolzane

Improbidade em Juruti: ação contra Henrique deve ser sentenciada até dezembro, henrique costa e west limaHenrique Costa ao lado do vice-prefeito West Lima

 
O Blog do Jeso detectou movimentação hoje, 26, no processo movido pelo ex-prefeito de Juruti Marquinho Dolzanes (PSD) contra o atual ocupante do cargo Henrique Costa (PT) por crime de improbidade administrativa.

O processo tramita desde 2014 na Vara Única de Juruti, sob o comando da juíza Karise Assad.

A previsão é que ainda neste ano o caso seja sentenciado, por conta da Meta 4 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Leia também
Juruti fecha contrato de R$ 1 milhão com 3 profissionais liberais sem licitação

Marquinho acusa Henrique de entregar com atraso a prestação de contas de convênios firmados entre a prefeitura e secretarias estaduais distintas, no período em que o petista foi prefeito entre 2005 e 2012.

Neste link, o contraponto de Henrique.

No início de abril, o juiz Flávio Lauande condenou por crime de improbidade administrativa Isaías Batista Filho, ex-prefeito de Juruti e atual presidente local do PMDB.

Motivo: contratação irregular de temporários.

Objetivos da Meta 4, do CNJ

Priorizar o julgamento dos processos relativos à corrupção e à improbidade administrativa (STJ, Justiça
Estadual, Justiça Federal e Justiça Militar da União e dos Estados)

Identificar e julgar até 31/12/2017:
 No Superior Tribunal de Justiça: 90% das ações de improbidade administrativa e das ações penais relacionadas a crimes contra a Administração Pública distribuídas até 31/12/2014 e 70% das ações distribuídas em 2015.

 Na Justiça Militar da União: as ações penais relacionadas a crimes contra a Administração Pública distribuídas até 31/12/2015.

 Na Justiça Estadual: 70% das ações de improbidade administrativa e das ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública distribuídas até 31/12/2014, em especial corrupção ativa e passiva, peculato em geral e concussão.

 Na Justiça Federal: 70% das ações de improbidade administrativa distribuídas até 31/12/2014.

 Nos Tribunais de Justiça Militar Estaduais: as ações penais relacionadas a crimes contra a Administração Pública distribuídas até 31/12/2015 no 1º grau, e as distribuídas no 2º grau até 31/12/2016.

  • 21
    Shares

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

2 Comentários em: Improbidade em Juruti: ação contra Henrique deve ser sentenciada até dezembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • ISAIAS disse:

    E AS 1430 CASAS DO ASSENTAMENTO JURUTI VELHO QUE VIRARAM CAIXA DOIS E NUNCA FORAM FEITAS, COMO FICA ,, E OS ROYALTS DA BAUXITA NO CAIXA DOIS E O BANDIDÃO DO GEDEONOR ESTÁ SOLTO AINDA??????

  • Benita Marinho disse:

    Que se faça justiça, se caso houve Improbabilidade administrativa, que seja punido os culpados, que não dá mais para aguentar a minoria no bem bom em detrimento da maioria na penúria, na dificuldade e no abandono…