Subiu no telhado: licitação de combustível e gás em Juruti deve ser cancelada
Prefeita Lucídia Batista: pressão para anular a licitação com indícios de fraude. O certame já subiu no telhado. Foto: Reprodução/PMJ

A polêmica licitação (pregão eletrônico) 003/2021, de aquisição de gás de cozinha e combustível, realizada pela Prefeitura de Juruti (PA) no início da semana subiu no telhado. Ou seja, deve ser cancelada por indícios explícitos de fraude.

A informação foi repassada neste sábado (24) ao Blog do Jeso por uma fonte do governo Lucídia Batista (MDB). O secretário Alex Guedes (Governo) já teria batido o martelo pela anulação do certame.

 

Fechada em R$ 4,5 milhões, a licitação teve como vencedora empresas que ofereceram preços abaixo – muito abaixo – do mercado. Gás de cozinha de 13kg, conforme revelou o blog, foi oferecido à prefeitura por apenas R$ 74,99.

Não se compra o botijão por menos de R$ 100 na cidade. A proposta da Gás & Companhia foi considerada vencedora pelo pregão.

A denúncia, no dia seguinte, feita pelo empresário e ex-vice-prefeito West Lima (MDB) de suposta fraude na licitação empurrou ainda mais a prefeita Lucídia Batista para as cordas.

A ameaça de judicializar o caso, por parte de um empresário de Parintins (AM) que participou do certame – e se sentiu lesado -, também refletiu na decisão do governo de realizar uma nova licitação.


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *