PSS de Monte Alegre sob investigação da Câmara de Vereadores e Ministério Público
Comissão da Câmara de Vereadores e a papelada do PSS 001/2021 sob a responsabilidade do prefeito Matheus Almeida (MDB). Foto: Reprodução/CMMA

A Câmara de Vereadores e o Ministério Público do Pará (MPPA) colocaram o recente PSS (Processo Seletivo Simplificado) realizado pela Prefeitura de Monte Alegre sob investigação, por conta de denúncias de fraudes no resultado.

De posse de toda documentação do PSS, a Câmara está em estágio mais avançado na apuração das supostas fraudes. O MPPA entrou no caso oficialmente na terça-feira (1º), quando o promotor de Justiça Diego Belchior Santana abriu investigação preliminar (ou notícia de fato, no jargão do órgão ministerial) sobre o certame.

— LEIA AINDA: PSS de Monte Alegre também sob suspeita; Câmara deve denunciar supostas fraudes ao MP

 

O PSS 001/2021, para contratação de servidores municipais em caráter temporário e emergencial, teve resultado homologado em maio deste ano (dia 21) pela gestão do prefeito Matheus Almeida (MDB), através da Secretaria de Administração e Finanças.

Os aprovados, para os cerca de 20 cargos, estão sendo gradativamente lotados na Semsa (Secretaria Municipal de Saúde).

“Por ordem classificatória, mediante a necessidade e solicitação” do titular da Semsa, conforme explicou em documento oficial o secretário Raimundo Salim Sadala (Administração e Finanças).

Há inúmeras denúncias sendo investigadas – desde a aprovação de familiares de ocupantes do primeiro escalão do governo Matheus Almeida até a convocação de pessoas que não participaram do PSS.

Entre as primeiras medidas adotadas pelo MP consta a de pedir ao prefeito a imediata suspensão da “convocação dos candidatos para assinatura de contratos temporários, ante a possibilidade de alteração do resultado” do processo seletivo. E ainda que informe ao MP, “e publique no portal da transparência” da Prefeitura de Monte Alegre, “a origem dos recursos para a contratação” dos temporários “no prazo de 5 dias”.

Eis a íntegra do ofício encaminhado pelo promotor Diego Belchior ao secretário Raimundo Sadala nesta quarta-feira (2).

PSS Monte Alegre – MPPA by Blog do Jeso on Scribd


Os cargos do PSS: enfermeiro, fisioterapeuta, farmacêutico/bioquímico, psicólogo, assistente social, técnico de laboratório, técnico em enfermagem, técnico em radiologia, cozinheiro, agente de serviços gerais, agente de vigilância, agente administrativo, agente de portaria, agente de vigilância sanitária, almoxarife, artífice, atendente de farmácia e motorista de veículos leves.


Assine e participe, comente no canal do Blog do Jeso no Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *