O Brasil pretende ser o hub tecnológico da América Latina?

Publicado em por em Negócios

O Brasil pretende ser o hub tecnológico da América Latina?
A América Latina (Latam) passa por um boom tecnológico. Fotos: Pexels

Quando se fala em hub tecnológico e empresas de tecnologia e negócios inovadores, logo vem à mente o Vale do Silício, nos EUA. Mas, com o passar do tempo, se nota uma mudança brusca e também o interesse de startups e holdings em espalhar seus negócios pelo Brasil.

Avanço Tecnológico na América Latina

A América Latina passa por um boom tecnológico e isso começa a ter reflexo grande no Brasil, com empresas que buscam se estabelecer por aqui. Para isso, precisam de VPNs e escolhem a Surfshark VPN como uma boa opção para facilitar seus negócios.

E o que facilita ainda mais essa transição entre EUA e América Latina é o tipo de trabalho envolvido. Antes, era necessário estar dentro de uma empresa para se realizarem reuniões, por exemplo. Hoje, com o trabalho remoto e o fim das reuniões presenciais, a vontade de expandir os negócios pela América Latina e em especial para o Brasil só cresce.

A cidade de São Paulo, por exemplo, oferece ecossistemas tecnológicos apropriados para a implementação de qualquer startup. Um crescimento rápido pode ser visto, pois é uma cidade que dispõe de setores tradicionais da indústria. E os colaboradores em potencial conseguem ultrapassar as barreiras da comunicação, já que é possível se comunicar não apenas em português como também em inglês.

— ARTIGOS RELACIONADOS

Brasil e as Startups

Esse movimento de trazer empresas para o Brasil acabou também por despertar a curiosidade de startups em se desenvolver em solo brasileiro. E isso em vários setores, como:

  • Financeiro
  • Saúde
  • Imobiliário.

O crescimento nesses setores se dá principalmente em regiões da classe média brasileira, com o capital de risco fluindo a todo vapor.

E se for comparado o Brasil com outros países da América Latina, como o México, por exemplo, pode-se dizer que a tecnologia brasileira está crescendo em um ritmo maior do que os seus vizinhos.

Em 2020, havia 13 mil startups no Brasil. Hoje em dia, esse número dobrou

Após o recente evento South Summit Brazil no fim do mês passado, teve-se a imensa surpresa em ver que a cidade de Porto Alegre possui todas as qualidades para se tornar referência na América Latina. E o saldo positivo deste evento foi:

  • A atração de cerca de 140 fundos de investimentos.
  • Mais de 1000 investidores.

Discutiu-se também o rápido amadurecimento da América Latina nesses setores, que foi acima mencionado, mesmo depois de um período de incerteza e instabilidade global. E esse evento em especial pôde despertar na mente dos investidores que estiveram presentes ideias positivas para serem implementadas no país.

Há desafios pelo caminho, e não são poucos. Os campos de inovação que tanto foram falados durante o evento seriam a base para o desenvolvimento de startups por aqui, assim como aconteceu na Espanha. Mas diferentemente da Europa, a América Latina ainda urge por estruturas regulatórias mais vantajosas e acesso ao capital. E mesmo que tenhamos uma mentalidade colaborativa por aqui, tudo isso precisa ser estudado e avaliado com bastante paciência e planejamento.

E o Brasil pode se orgulhar de todo esse movimento que começa a surtir efeito agora. Em 2020, havia 13 mil startups. Hoje em dia, esse número dobrou! E o que mais se pode esperar de tudo isso? O país como líder na transformação tecnológica da região da América Latina.


Publicado por:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *