Vereadores de Monte Alegre no TCMOs vereadores em conversa com Daniel Lavareda. Foto: Piteira

Vereadores de Monte Alegre protocolaram solicitação ao TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) do Pará, para a realização de inspeção especial nas contas na prefeitura local, exercício 2013, de responsabilidade do prefeito Sérgio Monteiro (PT).

A entrega do documento foi feita ontem (29).

Leia também:
As armas jurídicas do prefeito afastado.
Nas mãos do desembargador Leonardo Tavares.

Por decisão da Câmara de Vereadores, o prefeito petista foi afastado semana passada (dia 22), sob a acusação de crimes de improbidade administrativa.

No documento entregue ao TCM, os vereadores citaram pelo menos 5 casos que, na avaliação deles, configuram flagrantes irregularidades na aplicação de recursos da União naquele município.

Na visita ao tribunal, os parlamentares montealegrenses foram recebidos pelo conselheiro Daniel Lavareda.

Segundo a vereadora France Vasconcelos (PMDB), há abundantes provas que caracterizam crime de improbidade administrativa praticado por Sérgio Monteiro.

“A principal é a de desvio de recursos que têm finalidades específicas, como os da educação ou da saúde, que acabaram sendo usados para pagar a folha dos funcionários municipais”, afirmou.

Leia mais em Vereadores pedem ao TCM inspeção nas contas de Sérgio Monteiro.

Com informações do Blog do Piteira

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: TCM é acionado para agir em Monte Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Daniel Freitas disse:

    Senhores,
    O Sergio Monteiro e sua equipe está mais perdida que cego tiroteio.
    Roubo é pouco, a prefeitura desconta da folha do servidor parcelas de empréstimo consignado que deveriam se repassadas aos bancos que fizeram empréstimo ao servidor. Porém o dinheiro que foi descontado simplesmente sumiu, assim os bancos não receberam e estão negativa do os servidores.
    Veja que os banco tem ação de apropriação in debita conta a prefeitura de monte alegre. São mais de 3 milhões.

    Vamos investigar?