PF estoura
Agentes federais apreenderam farto material de propaganda política na Z-20

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira em Santarém, oeste do Pará, e estourou um suposto “bunker” de compra de votos.

O alvo foi a sede da Colônia de Pescadores Z-20, na avenida Mendonça Furtado, bairro da Prainha.

Os agentes federais agiram após denúncia relacionada a crime eleitoral de compra de votos.

De acordo com as investigações, um candidato teria adquirido cerca de 70 motores do tipo rabeta e enviado para a colônia para que fossem distribuídos nas comunidades de pescadores na região.

A PF não revelou o nome do candidato.

A Z-20 congrega pescadores apenas do município de Santarém e completou 98 anos de existência em 2018. Uma de suas principais lideranças é Jandeilson Pereira, vereador mais votado do município na eleição de 2016. Ele é filiado ao PSDB.

DEPOIMENTO

O material apreendido, de acordo com a PF, teria a função de angariar votos ao candidato. No local, os policiais encontraram 50 rabetas e uma boa quantidade de material de campanha política dentro a sede sindical.

Os responsáveis pela Z-20 foram intimados para prestar depoimento na delegacia de Polícia Federal de Santarém. Os motores e o material publicitário foram apreendidos.

Respondem pela diretoria da colônia Jucenil Coelho, José Ednaldo Rocha da Silva, Jucivaldo Pereira e Jondras Everaldo Santos Pinto. 

O mandado de busca e apreensão foi expedido pelo juiz eleitoral da 83ª Zona Eleitoral, Rafael Grehs. A promotora eleitoral é Dully Sanae Otakara.

Apreensão de material na Z20

Com informações da PF e redação do blog

Leia também:
Jader paga R$ 165 mil do cotão do Senado à empresa de sobrinho da ex-mulher

  • 142
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *