PSOL decide por candidatura própria à Prefeitura de Santarém

O PSOL decidiu mais uma vez lançar candidatura própria à Prefeitura de Santarém, oeste do Pará. Será a 4ª vez consecutiva que a legenda disputará o cargo.

A decisão foi tomada pelo diretório municipal do partido, que tem como presidente a pedagoga Heloise Rocha, em reunião virtual realizada no início da noite de hoje.

A proposta de apoio à candidatura da petista Maria do Carmo ao cargo foi derrotada pela maioria dos integrantes do diretório.

 

A estratégia de lançar nome próprio a prefeito é adotada pelo PSOL desde as eleições de 2008, quando lançou Márcio Pinto, e se repetiu em 2012 e 2016 – sempre com o mesmo candidato.

Neste ano, Márcio Pinto concorrerá por vaga à Câmara de Vereadores.

Um dos nomes cogitados da legenda socialista para prefeito é o do professor Maike Vieira. Uma plenária no próximo sábado, às 18h, decidirá quem será o pré-candidato do PSOL à sucessão de Nélio Aguiar (DEM).

LEIA também: MDB pode perder apoio do PT na eleição deste ano para Prefeitura de Belterra

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

7 Comentários em: PSOL decide por candidatura própria à Prefeitura de Santarém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainton Keire disse:

    Quanto mais candidatos melhor isso demonstra a verdadeira democracia

  • João disse:

    Achei coerente. Mas é necessário fazer força para as campanhas do legislativo municipal.

  • Júlio Eduardo disse:

    Lamentável essa decisão do Psol. O povo pode pagar caro por isso.

  • Davi Silva disse:

    Isso mostra como o PSOL em Santarém é sectário e não tem projeto para Santarém. O momento é de união em torno do nome da Maria do Carmo.

  • 09751 disse:

    Do jeito que as coisas estão, não seria estranho o Marcio Pinto ganhar a eleição para prefeito. Ganharia pelos chamados votos de protesto. Pelo menos o partido fez o que o Boulos na fez na cidade de SP.

  • Eduardo Lobato disse:

    Decisão errada em um momento com um genocida na presidência com apoio da maioria dos prefeitos (incluindo Santarém). Mais o povo de Santarém fará a melhor escolha com Maria 13

  • Lilia disse:

    Uma pena! Nesse momento histórico seria muito importante a união entre partidos que lutam em prol de políticas públicas a favor dos menos favorecidos…..