Covid-19 provoca a morte de professor aposentado e ex-vereador Raimundo Navarro
Raimundo Navarro, professor aposentado e ex-vereador santareno. Foto: Facebook

Morreu na noite desta quarta-feira (15) o professor aposentado e ex-vereador santareno Raimundo Navarro dos Santos, vítima da covid-19. Tinha 76 anos.

Navarro estava hospitalizado no HCS (Hospital de Campanha de Santarém), em tratamento contra o novo coronavírus. O quadro clínico dele se agravou por conta de várias comorbidade que tinha.

Ontem, Santarém registrou 5.286 casos da doença, dos quais 292 resultaram em mortes, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde divulgado às 20h.

 

Raimundo Navarro era pai do vereador Dayan Serique (PL) e esposo de Marilza Serique, também professora e vítima da covid-19, e que ficou internada no HCS até o final de semana, quando recebeu alta.

Professor aposentado da rede pública estadual, Navarro foi titular da Semed (Secretaria Municipal de Educação) em Santarém na gestão do prefeito Ronan Liberal.

Como vereador, ele entrou para a história como autor do projeto de lei, aprovado em 1996, que estabeleceu a meia entrada para todos profissionais da área da educação em eventos culturais e de lazer no município.

Suas duas últimas participações diretas em campanhas eleitorais aconteceram em 2000, pelo PMDB (1.040 votos), e 2004, pelo PFL (hoje DEM), quando obteve 1.023 votos. Em ambas não se elegeu.

O enterro está programado para às 12h de hoje, no cemitério Recanto do Amanhã.

Com informações do RD Notícias e redação do Blog do Jeso

LEIA também: Coronavírus também causa morte por insuficiência cardíaca, revela pesquisa

Nota do editor: textos, fotos, vídeos, tabelas e outros materiais publicados no espaço "comentários" não refletem necessariamente o pensamento do Site Jeso Carneiro, sendo de total responsabilidade do(s) autor(es) as informações, juízos de valor e conceitos divulgados.

Um comentário em: Covid-19 provoca a morte do professor aposentado e ex-vereador Raimundo Navarro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Mario S. de Almeida disse:

    Homem justo, fiel aos princípios da honestidade e do respeito ao próximo. Era generoso e temente a Deus.
    Descanse em paz, grande mestre e muito obrigado por todas as lições.
    Mário Soares de Almeida (ex-aluno)